Botafogo freia aproveitamento de Matheus Nascimento entre os profissionais

·2 minuto de leitura

Matheus Nascimento foi um oásis no deserto do Botafogo em 2020: o alvinegro era rebaixado com a pior campanha de sua história no Brasileiro e o garoto, então com 16 anos, mostrava desenvoltura em campo, arrancava elogios de adversários. Tudo indicava que estava sendo preparado para disputar a Série B este ano. Em um campeonato de nível inferior, seria destaque. Não é o que acontece até agora.

O Botafogo freou a presença do atacante no elenco principal este ano. Após o Campeonato Estadual, em vez de o garoto seguir no elenco de cima para a disputa da segunda divisão, ele foi reintegrado ao grupo do sub-20 e jogou o Brasileiro da categoria. Marcelo Chamusca, quando ainda era técnico da equipe profissional, foi questionado a respeito do aproveitamento da joia. Ele ressaltou a preocupação do departamento de futebol.

— Ele ainda está maturando. Temos que ter muita calma com esse processo de maturação — afirmou, em abril.

Matheus Nascimento foi fazer sua estreia na Série B apenas na 13ª rodada — jogou o segundo tempo na derrota para o Goiás. Preocupado em não queimar etapas no processo de evolução do atacante e ciente de que tê-lo no banco de reservas do profissional não ajudaria muito no seu desenvolvimento, o Botafogo fez dele titular na equipe sub-20.

Entre o fim do Estadual e a estreia na Série B, foram 12 partidas, quatro gols e uma assistência pelos juniores. No Brasileiro da categoria, a equipe alvinegra está em quinto lugar, a oito pontos do São Paulo, primeiro colocado, com boa participação de Matheus Nascimento: das 12 partidas disputadas até agora, ele entrou em campo em cinco. Foram quatro vitórias, um empate, três gols e uma assistência.

O jogador tem ficado no banco da equipe de Enderson Moreira na Série B. Apesar da visibilidade menor do que a esperada na temporada, segue valorizado, de acordo com o alvinegro. Em maio, o clube teria recebido uma proposta de aproximadamente R$ 150 milhões para vendê-lo. O Botafogo, acreditando em um potencial de valorização ainda maior do jogador, teria recusado fazer negócio. O clube tem 60% dos direitos econômicos de Matheus Nascimento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos