Botafogo precisa vencer Corinthians neste domingo para respirar

Aposta. Revelado na base alvinegra, o jovem Rhuan, de 19 anos, foi bem na vitória sobre o Avaí e deve ter nova chance no time de Alberto Valentim. Ele deve entrar no lugar de Luiz Fernando

Se, fora do Rio de Janeiro, o Botafogo soma apenas duas vitórias no Campeonato Brasileiro — CSA e Avaí —, fazer o dever de casa é fundamental para tentar escapar do rebaixamento. A cinco rodadas do fim, o Alvinegro precisa superar o Corinthians hoje, às 18h, no Nilton Santos.

Além de um alívio na luta contra a degola, um triunfo logo mais significa melhorar o pífio desempenho no returno. Em 14 jogos até agora, o Botafogo soma apenas nove pontos (três vitórias e 11 derrotas). Desempenho que só não é pior do que o já rebaixado Avaí (cinco pontos).

De acordo com o site “Infobola”, do matemático Tristão Garcia, o Botafogo iniciou a rodada com 15% de risco de queda para a Série B.

Em crise financeira, o clube de General Severiano, por vezes, recorre às pratas da casa. Hoje, não será diferente, já que o meia-atacante Rhuan deve entrar no lugar de Luiz Fernando.

No último dia 19, também no Nilton Santos, o jovem jogador alvinegro, de 19 anos, cheio de personalidade, foi um dos destaques da vitória por 2 a 0 sobre o Avaí.

Quinto pior ataque do Brasileiro até aqui, o time de Alberto Valentim não pode se dar ao luxo de desperdiçar chances:

— A gente já sabe que o campeonato é equilibrado, em todos os jogos não se encontra vida fácil. O Corinthians tem um DNA defensivo muito bom, mesmo com a ausência do Carille (Fábio, técnico que foi demitido). Vamos precisar produzir muito mais para vencermos — conta o técnico do Botafogo.

Na opinião do comandante, a equipe tirou algumas lições da derrota (1 a 0) para o Athletico, na Arena da Baixada, na rodada passada:

— Comparando um pouco com o último jogo , temos que fazer um confronto muito consistente, dinâmico e com tranquilidade para furar a defesa do Corinthians, que tem há alguns anos como ponto positivo essa fase defensiva.

Após defender a seleção paraguaia em dois amistosos semana passada, o goleiro Gatito volta hoje. Ele atuou no empate sem gols com a Arábia Saudita, mas não jogou na vitória sobre a Bulgária por 1 a 0.

NOVO UNIFORME

Além de Gatito e Rhuan, o Botafogo deverá ter outras duas mudanças em relação ao tropeço na Arena da Baixada. Uma delas, a entrada de Marcelo Benevenuto na zaga, no lugar do suspenso Carli. Reserva nos últimos três jogos, Diego Souza deverá ter nova chance no ataque alvinegro.

Em crise em campo que culminou com a demissão do técnico Fábio Carille, no último dia 3, e na busca por uma vaga na Libertadores, o Corinthians soma apenas três vitórias como visitante no Campeonato Brasileiro.

A primeira vez que o Alvinegro paulistano venceu fora de Itaquera foi na quinta rodada, no dia 19 de maio: 2 a 0 no Athletico. No dia 28 de julho, superou o Fortaleza por 3 a 1, e, no triunfo mais recente, derrotou a Chapecoense, por 1 a 0, no dia 2 de outubro.

Valentim acredita ter aparado as arestas na semana inteira que teve de treino:

— Muita transparência, coisas positivas que fizemos foram citadas. Vimos vídeos, conversamos no treino. Fase defensiva me agradou, mesmo com resultados adversos. Na ofensiva, há algumas coisas boas, mas deixamos de fazer algumas coisas.

Hoje, o Botafogo vai lançar o uniforme 2, com camisa preta, em homenagem ao remo. O escudo é uma referência ao primeiro título carioca do clube da modalidade, em 1899.