Botafogo sonha com James Rodriguez e ainda não joga toalha por Zahavi

Pronto para a nova onda de investidas no mercado internacional, o Botafogo de Jonh Textor segue pensando alto. Depois de ir atrás do uruguaio Cavani no começo de 2022, o clube sonha com a contratação do meia colombiano James Rodriguez, que tem contrato com o Al-Rayyan do Catar até julho de 2023, para a próxima janela de transferências.

A diretoria do Botafogo identificou a possibilidade de fazer um investimento em seu último ano de contrato, e conversa com o clube do Catar, que segundo o jornalista colombiano Pipe Sierra, da “Win Sports TV”, já tem uma oferta de 5,3 milhões de dólares (R$ 27,2 milhões) pelo meia de 30 anos. A informação sobre o interesse e a proposta foi confirmada pela reportagem.

James foi comprado pelo Mônaco, da França, depois da Copa do Mundo do Brasil, em 2014, e em seguida fechou com o Real Madrid, onde ficou três anos. Posteriormente, foi emprestado ao Bayern de Munique, passou pelo Everton (ING) e acabou no Al-Rayyan, onde tem cinco gols e seis assistências em 15 partidas.

Em busca de reforços para o meio-campo e também o ataque, o Botafogo ainda não desistiu de um dos últimos grandes alvos, o atacante Eran Zahavi. A espera de um "sim", o clube trata a definição do jogador como uma novela mexicana, e já vê concorrentes possíveis surgirem no horizonte.

O portal israelense "Walla" divulgou nesta quarta-feira que o Maccabi Tel Aviv, de Israel, se aproxima de um acordo com o atacante e espera anunciá-lo até o fim desta semana. A possibilidade pegou o Botafogo de surpresa, mas há confiança em um desfecho positivo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos