Botafoguense que tentou dar 20 reais a John Textor entrega jogo a dirigentes: 'Fazer m* só no FM agora'

·1 min de leitura

Os 20 reais oferecidos pelo botafoguense Thales Maia a John Textor, investidor que chegava ao Brasil para assinar acordo de investimento na sociedade anônima de futebol (SAF) do clube viraram meme e divertiram alvinegros na rede social. Nesta quinta-feira, na votação do conselho deliberativo do clube que aprovou a a entrada de Textor na SAF, o torcedor voltou a marcar presença, mas com outra missão: entregar um game de futebol aos antigos dirigentes.

O professor de geografia de 27 anos levou consigo um cópia simbólica do jogo "Football Manager 2022" ou "FM22", famoso simulador de gestão e treinamento de clubes de futebol. "Fazer m**?? Só no FM ou Brasfoot", escreveu o jogador, citando outro game de simulação e referindo-se aos conselheiros e dirigentes tradicionais, que se afastarão da gestão do futebol após a chegada de Textor à SAF.

Em seu perfil no Twitter, o torcedor havia anunciado a presença no evento e pedido sugestões de "presepadas". A missão foi "concluída": ele aparece em fotos ao lado do vice-presidente Vinicius Assumpção e do presidente Durcésio Mello com a cópia do game.

"Nosso presida vai mandar pelos correios, só temos que ver o CEP", brincou o torcedore.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos