Boxeador morre após dez dias em coma por nocaute em luta

·2 min de leitura
Arrest Sahakyan não resistiu ao golpe que o nocauteou. Foto: Reprodução/Instagram
Arrest Sahakyan não resistiu ao golpe que o nocauteou. Foto: Reprodução/Instagram

Uma tragédia abalou o mundo do boxe neste início de 2022. O boxeador russo Arrest Sahakyan, de 26 anos, morreu no último domingo (9) após ficar internado por dez dias em coma.

Segundo o jornal inglês The Mirror, o pugilista foi hospitalizado depois de receber um nocaute em luta que enfrentou o também russo Igor Semernin, nos últimos dias de 2021.

Leia também:

O árbitro da luta decidiu interromper a disputa após um nocaute brutal, mas o estrago já estava feito. Os médicos que trabalhavam no local socorreram o boxeador e as tentativas de reanimá-lo foram inúteis, então uma ambulância foi imediatamente solicitada e o levou ao hospital.

Segundo informações locais, o lutador russo teve uma inflamação grave no cérebro, e uma das tentativas de salvá-lo foi através de uma cirurgia que foi bem sucedida, porém, o corpo do lutador ficou esgotado após a batalha e no final ele não resistiu à recuperação.

Dias antes, a equipe médica que o atendeu, decidiu que o melhor era induzi-lo ao coma para tentar melhorar sua condição e recuperação em tentativa que também não foi suficiente para salvar o lutador nocauteado.

De acordo com familiares do pugilista, considerado uma das promessas do boxe da Rússia, o funeral está sendo realizado nesta terça-feira (11) em solo russo, mais precisamente em Tolyatti, na Samarra. Já o enterro acontece em Everán, na Armênia.

Sahakyan venceu 6 combates e perdeu 3 como um boxeador profissional chegando a ostentar o cinturão dos médios da WBC Asian Boxing Council Silver.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos