Braga Netto afirma que Bolsonaro 'deve voltar logo' ao Planalto, mas não diz quando

O ex-ministro da Defesa Walter Braga Netto disse nesta quinta-feira que o presidente Jair Bolsonaro deve volta a despachar em breve no Palácio do Planalto. Vice de Bolsonaro na disputa pela reeeleição, o general diz que Bolsonaro está recuperado de uma infecção na perna. O presidente está há duas semanas sem deixar a residência oficial.

Bela Megale: O maior temor na cúpula do partido de Bolsonaro sobre seus últimos dias na Presidência

Merval Pereira: Bolsonaro deprimido mostra fraqueza

— Ele deve voltar logo. Ele já se recuperou da infecção. Está tudo bem — disse Braga Netto.

Questionado se há uma data específica para o retorno de Bolsonaro ao Planalto, Braga Netto disse que "não"

Braga Netto chegou ao Palácio da Alvorada dirigindo seu carro e ficou cerca de uma hora com Bolsonaro. Na saída, parou para cumprimentar apoiadores do presidente. Ao final, o ex-ministro mesmo puxou o grito "Brasil acima de tudo, Deus Acima de Todos", um dos bordões de Bolsonaro.

Na quarta-feira, Bolsonaro delegou ao vice-presidente Hamilton Mourão um evento com embaixadores estrangeiros. Após a cerimônia, Mourão afirmou que o presidente não compareceu devido à ferida.

— É questão de saúde. Está com uma ferida na perna, uma erisipela. Não pode vestir calça, como é que ele vai vir para cá de bermuda? — afirmou.

Desde o resultado da eleição, no dia 30 de outubro, quando Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi eleito, Bolsonaro só esteve no Planalto duas vezes. Ele ainda foi uma vez ao Supremo Tribunal Federal (STF).

No Alvorada, o presidente tem recebido alguns ministros, assessores e políticos aliados. Nesse período, o chefe do Executivo fez apenas duas declarações públicas — um pronunciamento e um vídeo publicado em redes sociais — e deixou de fazer as suas tradicionais transmissões ao vivo semanais.