Braga Netto é o vice com menos seguidores nas redes sociais; Alckmin soma 1 milhão

O militar da reserva Walter Souza Braga Netto, de 65 anos, é o vice com menos seguidores nas redes sociais. O general, que é aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL) e concorre com ele nas eleições de outubro deste ano, conta com apenas 77 seguidores no Twitter e 422 no Instagram.

Avesso às redes sociais, Braga Netto criou contas nas duas plataformas, mas ainda não fez nenhuma postagem sequer.

Já o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que compõe a chapa de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), tem 1 milhão de seguidores no Twitter e 185 mil no Instagram. A conta de Alckmin é a mais seguida entre os vices e provavelmente é o que tem maior interação. Além disso, ele é o político mais conhecido entre os vices e já foi candidato à presidência da República pelo PSDB em 2018.

De acordo com o portal Metrópoles, Ana Paula Matos, vice de Ciro Gomes (PDT), apresenta 9 mil seguidores no Twitter e 60 mil no Instagram. Ciro aparece em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto.

A senadora por São Paulo, Mara Gabrilli é vice de Simone Tebet (MDB) e soma quase 60 mil seguidores no Twitter e 96 mil no Instagram.

Felipe d’Avila, que é candidato pelo partido Novo, traz como vice o deputado mineiro Tiago Mitraud. O rapaz é seguido por 47 mil pessoas no Twitter e 53 mil no Instagram.

Já a candidata pelo União Brasil, Soraya Thronicke tem como vice o ex-secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, que acumula 33 mil seguidores no Twitter e 1764 no Instagram.

As redes sociais tiveram um papel de destaque nas eleições de 2018, servindo como principal plataforma de comunicação do então candidato Jair Bolsonaro.