Brancos, ricos e bolsonaristas são os que menos se vacinaram contra covid

Mulheres, negros, pobres e pessoas que têm até o ensino fundamental são os que mais se vacinaram contra a covid-19 (Foto: Fabio Teixeira/Anadolu Agency via Getty Images)
Mulheres, negros, pobres e pessoas que têm até o ensino fundamental são os que mais se vacinaram contra a covid-19 (Foto: Fabio Teixeira/Anadolu Agency via Getty Images)

Brancos, ricos e bolsonaristas. Esses são os grupos de brasileiros que menos se vacinaram contra a covid-19, segundo uma pesquisa do Sou Ciência (Centro de Estudos Sociedade, Universidade e Ciência), da Unifesp, divulgada pela Folha de S. Paulo.

O levantamento mostra que, entre os mais ricos, aqueles com renda maior que seis salários mínimos, 41% tomaram uma ou nenhuma dose do imunizante. Outros 59% tomaram ao menos duas doses.

Entre a população geral, 21% tomou uma ou nenhuma dose da vacina, enquanto 79% tomaram ao menos duas.

Os homens têm índice de 29% sem o esquema vacinal completo. Mesmo índice dos brancos. Entre pessoas com ensino superior completo, 32% tomaram uma ou apenas uma dose do imunizante contra a covid-19.

A pesquisa mostra que quem mais se vacinou sofram pessoas pobres, com índice de 86% entre os brasileiros que ganham até um salário mínimo. Entre os que tem apenas o ensino fundamental, 89% se vacinaram, mesmo índice das mulheres. Os negros têm índice de vacinação com pelo menos duas doses de 87%.

O levantamento foi feito por entrevistas telefônicas, em duas rodadas, nos dias 27 de julho e 10 de agosto de 2022. Foram ouvidas 1.200 pessoas a partir de 16 anos, em diversas região do Brasil. A margem de erro é de 2,85 pontos percentuais.

Bolsonarista se vacinaram menos

A política também influencia a vacinação. A pesquisa do Sou Ciência mostra que 90% dos que dizem que vão votar em Lula (PT) se vacinaram. Entre os eleitores de Jair Bolsonaro (PL), há uma queda expressiva: apenas 63% se imunizaram.