Brasília e SP ligam alerta com atos bolsonarista e de oposição

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* BRASILIA, DF,  BRASIL,  03-04-2018, 17h00: Esquema de segurança na esplanada dos ministérios para o julgamento do HC (habeas corpus) do ex presidente Lula no STF. São esperados protestos de grupos pró e contra o ex presidente, por isso, a secretaria de segurança do DF fez um esquema especial de segurança, dividindo a esplanada em dois lados, para evitar confrontos de grupos antagônicos. A área destinada aos protestos será no gramado em frente ao Congresso Nacional, os manifestantes não poderão ficar em frente ao STF, nem próximo à praça dos Três Poderes. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, BRASIL, 03-04-2018, 17h00: Esquema de segurança na esplanada dos ministérios para o julgamento do HC (habeas corpus) do ex presidente Lula no STF. São esperados protestos de grupos pró e contra o ex presidente, por isso, a secretaria de segurança do DF fez um esquema especial de segurança, dividindo a esplanada em dois lados, para evitar confrontos de grupos antagônicos. A área destinada aos protestos será no gramado em frente ao Congresso Nacional, os manifestantes não poderão ficar em frente ao STF, nem próximo à praça dos Três Poderes. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Grupos pró e contra o presidente Jair Bolsonaro se organizam para realizar atos no feriado de 7 de Setembro na região central da capital paulista, o que desperta a atenção de autoridades da segurança pública e da mobilidade urbana.

Além da expectativa de um grande volume de pessoas nas ruas, o que por si só já demanda operações especiais, a rivalidade entre os dois grupos e a proximidade geográfica entre as duas manifestações gera temor de possíveis confrontos, não apenas na região central da cidade, mas ao longo da malha do transporte público que atende São Paulo.

Manifestantes contra o presidente Jair Bolsonaro irão se reunir no período da tarde no Vale do Anhangabaú, após conseguirem autorização da Justiça para a realização do ato. Já os bolsonaristas deverão ocupar a avenida Paulista, também na tarde desta terça.

Já em Brasília, opositores do presidente farão manifestação na Torre de TV pela manhã, enquanto bolsonaristas estarão a apenas 3 km em linha reta no mesmo horário, na praça dos Três Poderes.

O Governo do Distrito Federal afirmou na terça-feira (31) haver 13 grupos pró-Bolsonaro e 3 de esquerda que irão participar de atos do 7 de Setembro em Brasília.

O esquema de segurança prevê a revista de manifestantes, para coibir armas brancas ou de fogo, e o trânsito na Esplanada dos Ministérios será fechado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos