Brasil, Argentina e mais sul-americanos jogarão a Liga das Nações a partir de 2024

·2 min de leitura
Zbigniew Boniek, vice presidente da UEFA falou de novos países na Liga das Nações. Foto: Tullio Puglia - UEFA/UEFA via Getty Images
Zbigniew Boniek, vice presidente da UEFA falou de novos países na Liga das Nações. Foto: Tullio Puglia - UEFA/UEFA via Getty Images

Brasil, Argentina e outras seleções sul-americanas vão jogar a Liga das Nações a partir de 2024, segundo o vice-presidente da Uefa, Zbigniew Boniek. O dirigente deu a informação em entrevista ao jornal Meczyki, da Polônia.

"Esse será o formato final da Uefa Nations League", disse Boniek, que revelou um acerto com a Conmebol para que dez equipes da América do Sul possam participar da disputa. 

Leia também:

"Tivemos uma reunião com a Conmebol, que comanda o futebol na América do Sul. De 2024 em diante, as equipes deste continente vão se juntar à nossa competição", completou.

Apesar de divulgar a novidade, Zbigniew Boniek disse que a Uefa ainda não definiu como será o formato da Liga das Nações com a inclusão dos sul-americanos. Está prevista a abertura de um escritório em Londres para tratar exclusivamente desse assunto. 

Porém, o vice-presidente informou que os principais times do continente, como Brasil e Argentina, além de Colômbia, Chile, Peru e Uruguai, disputarão a Liga das Nações A. Já Bolívia, Equador, Paraguai e Venezuela entram na liga B.

Com essa divisão, as grandes seleções da América do Sul devem enfrentar equipes de ponta da Europa, como Espanha, Alemanha, Inglaterra e França. No formato atual, as Ligas A e B contam com 16 times, que são divididos em quatro grupos. Com a inclusão dos federados da Conmebol, o número aumentaria para 22 na A e 20 na B.

A decisão da Uefa pode ser vista como uma resposta à ideia da Fifa em realizar a Copa do Mundo de Futebol a cada dois anos. Muito criticada, a proposta ampliaria a 48 o número de Seleções que disputariam o Mundial e incharia ainda mais o já apertado calendário da modalidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos