Brasil celebra Dia Internacional da Mulher Afro-latinoamericana com protesto em São Paulo

O Dia Internacional da Mulher Afro-latinoamericana, Afro-caribenha e da Diáspora foi assinalado com protestos em São Paulo. Centenas de mulheres participaram numa marcha na cidade brasileira, exigindo mais apoio governamental para as mulheres de cor. Entre as faixas e os cartazes contavam-se vários apelos aos eleitores para votarem em Lula da Silva nas próximas eleições - para afastar Jair Bolsonaro da Presidência do Brasil.

Jair Bolsonaro aprovou recentemente um aumento no programa de assistência social, fornecendo alimentos e ajuda financeira a pessoas com baixos rendimentos. Mas os participantes nesta marcha são céticos em relação ao Presidente do Brasil e perguntam-se porque é que o governo demorou quatro anos a estender uma mão amiga às mulheres de cor, que tendem a viver marginalizadas no Brasil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos