Brasil chega a 530 mil mortes por Covid; 1.733 óbitos foram registrados em 24 h

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO/ SP, BRASIL,  06/05/2020. UTI de tratamento do coronavírus o COVID19 no hospital alemão Oswaldo Cruz. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO/ SP, BRASIL, 06/05/2020. UTI de tratamento do coronavírus o COVID19 no hospital alemão Oswaldo Cruz. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Brasil registrou 1.733 mortes por Covid e 53.824 casos da doença, nesta quinta-feira (8). Com isso, o país chegou a 530.344 óbitos e a 18.962.786 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

A média móvel de mortes agora é de 1.451, queda de 20% em relação ao dado de duas semanas atrás. Apesar da redução recente, a média completou 169 dias seguidos acima de mil óbitos diários. Desses, 61 dias (55 deles seguidos) ficaram acima de 2.000 mortes.

Os dados do país, coletados até às 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos