Brasil chega a 904 casos de coronavírus, ministro prevê colapso do sistema de saúde em abril e mais 9 notícias importantes desta sexta

RIO - Em um dia, o número de infectados com o coronavírus no Brasil aumentou 45%, de 621 para 904 casos. São Paulo lidera, Rio vê ritmo de contágio acelerar e país já soma 11 vítimas. A situação fez o governo federal decretar estado de transmissão comunitária — quando não é possível rastrear de onde o paciente pegou a doença — em todo o território nacional. A crise italiana também se agravou: foram 627 vítimas nas últimas 24 horas. Em coletiva, porém, Bolsonaro voltou a minimizar a doença, chamando-a de "gripezinha". Confira as principais notícias do dia sobre coronavírus:

País chega a 904 casos de coronavírus, e ministro prevê ‘colapso’ do sistema de saúde em abril

O número de casos de coronavírus no Brasil saltou 45% em um dia, de 621 para 904 confirmações, e o país já soma 11 mortes. São Paulo lidera o número de afetados, com 396 infectados e nove vítimas. Os dados oficiais indicam aceleração no ritmo de contágio no Rio: o estado passou de 66 para 109 casos, registra duas mortes e investiga 1.701 suspeitas. O governo federal declarou estado de transmissão comunitária em todo o território nacional.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Previsões do governo: o número de casos no país deve crescer de abril a junho. Somente em setembro haverá uma “queda profunda”. Em abril, o sistema de saúde do país deve entrar em “colapso”, afirmou o ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde).

O que está sendo debatido: o presidente Jair Bolsonaro prepara medidas para garantir a circulação de serviços essenciais entre os estados. O governo trata como uma ordenação da situação do país. Em videoconferência com empresários, Bolsonaro disse que vai colocar um “freio" nas medidas impostas por governadores. O presidente criticou o decreto de Witzel que restringiu viagens ao Rio, e o governador reagiu com reclamações sobre o governo federal.

Medidas: o governo de São Paulo decretou estado de calamidade pública no estado a partir deste sábado. A prefeitura da capital paulista anunciou a criação de dois mil leitos de UTI. Parte das unidades será instalada no estádio do Pacaembu. No Rio, a Polícia Militar fará o controle de passageiros em estações de trem, barcas e metrô. A Arquidiocese do Rio recomendou que missas católicas sejam realizadas “sem a participação do povo”.

Bolsonaro diz que pode já ter sido infectado pelo coronavírus e volta a minimizar doença: ‘Gripezinha’

O presidente Jair Bolsonaro revelou a possibilidade de já ter sido contaminado pelo coronavírus e não ter descoberto. Ele disse ter anticorpo para o vírus e mencionou a possibilidade de realizar o terceiro exame — os dois primeiros indicaram resultado negativo. O primeiro teste foi realizado no dia 12, antes de o presidente ter ignorado recomendações do Ministério da Saúde e cumprimentado manifestantes no Palácio do Planalto. Hoje, Bolsonaro voltou a minimizar a pandemia: “Não vai ser uma gripezinha que vai me derrubar”.

Em paralelo:subiu para 22 o número de contaminados que acompanharam Bolsonaro em viagem aos Estados Unidos. No Senado, três parlamentares já testaram positivo para o vírus, incluindo o presidente da Casa, Davi Alcolumbre. Após ter contato com Alcolumbre, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, adotou o isolamento em casa.

Pandemia supera 11 mil mortes no mundo, e crise se agrava na Itália

A disseminação de Covid-19 pelo planeta já é responsável por mais de 11 mil mortes e 260 mil casos de contágio, segundo monitoramento da Universidade Johns Hopkins (EUA) a partir de dados oficiais. A pandemia continua se agravando na Itália, que registrou 627 vítimas nas últimas 24 horas, o recorde diário do país na crise. O país contabiliza 4.032 mortos e enfrenta quarentena há treze dias.

O que aconteceu: mesmo com bom sistema público de saúde, a Itália é exemplo da pior resposta à pandemia, explica Ana Lucia Azevedo. Cientistas italianos reclamam da falta de transparência do governo. Médico de Roma lista os erros que o país cometeu na crise.

Em detalhes: no meio do caos, uma pequena cidade da Itália conseguiu controlar o vírus. Vo Euganeo registrou a primeira morte no país, aplicou testes em massa, adotou quarentena radical, e há uma semana não tem novos casos.

Guia tira dúvidas sobre sintomas e prevenção ao coronavírus

Documento reúne informações sobre as formas de contágio e os cuidados necessários e pode ser compartilhado. Clique aqui para recebê-lo no WhatsApp

7 notícias importantes do dia

Votação remota: o Senado aprovou o decreto que reconhece calamidade pública no país. A medida permite aumentar gastos para lidar com a crise.

Previsão zero: o governo reduziu a 0,02% a projeção de crescimento do PIB este ano. Bancos já preveem recessão. A FGV estima retração de 4,4%.

Vale na crise: o Contran suspendeu por tempo indeterminado os prazos de vencimento de carteira de motorista e de recurso a multas.

Luto nas ciências: o engenheiro químico Sérgio Campos Trindade, brasileiro que integrou equipe vencedora do Nobel da Paz em 2007, morreu em Nova York.

Pequim se manifesta: o governo chinês chamou de “imorais e irresponsáveis” as declarações de Eduardo Bolsonaro sobre a pandemia. Jair Bolsonaro tratou o assunto como “página virada”.

Estado em quarentena:Nova York colocou 19 milhões de pessoas em isolamento, após alta de 750% nos casos desde o início da semana.

Ações de emergência: o Reino Unido vai assumir pagamento de 80% de salários de trabalhadores por três meses para evitar demissões. Governo também suspendeu pagamento de imposto para o comércio.

Robô tira dúvidas e desmente boatos sobre coronavírus

Conheça a plataforma do GLOBO que organiza informações sobre a pandemia, explica sintomas e dá dicas de prevenção

“Tenho uma mensagem para os jovens: vocês não são invencíveis”

TEDROS ADHANOM GHEBREYESUS, DIRETOR-GERAL DA OMS

Alerta em coletiva de imprensa pedindo que jovens limitem vida social para preservar idosos e pessoas com fragilidades de saúde

#tamojunto: fim de semana terá 23 shows virtuais

Dez artistas abriram o festival on-line promovido pelo GLOBO. Confira apresentações e a programação do evento

Academias liberam exercícios on-line para todos

Fechadas por medidas de segurança, empresas oferecem em diferentes plataformas treinos gratuitos para serem realizados em casa

Psicólogos oferecem ajuda à distância contra ansiedade

Profissionais se organizam e adotam ligações e grupos de WhatsApp como canal de apoio a quem precisa de ajuda durante o isolamento

Quarentena virtual: formas criativas de manter a rotina

Veja como bandas, profissionais e estudantes estão usando a tecnologia para se conectar durante período de isolamento

Leia também