Brasil confirma 3º caso de coronavírus em SP; outro caso aguarda contraprova

.

SÃO PAULO (Reuters) - O terceiro caso de coronavírus no Brasil foi confirmado nesta quarta-feira em São Paulo, informou o Ministério da Saúde, acrescentando que um outro caso está sendo investigado e aguarda a contraprova.

Assim como nos outros dois casos anteriormente confirmados na capital paulista, a nova infecção ocorreu no exterior, sendo classificada pelo ministério como "terceiro caso importado".

Em entrevista coletiva, a pasta especificou que o paciente é um homem colombiano de 46 anos, residente em São Paulo, que no início de fevereiro esteve na Espanha, Itália, Áustria e Alemanha.

"Ele está clinicamente bem. Já foi levantado em qual voo ele estava, e as pessoas próximas a ele já foram notificadas e serão monitoradas", afirmou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante a coletiva.

Já o caso em investigação, segundo o ministério, é o de uma jovem de 13 anos, também de São Paulo, que realizou o teste mesmo sem ter sintomas, pois visitou Portugal e Itália recentemente. Ela teve uma lesão de ligamento durante a viagem e passou por uma artroscopia em um hospital no norte italiano.

"Ela fez uma coleta totalmente fora da curva... Ela está fora de qualquer recomendação. Uma paciente que não tem coriza, não tem febre, não tem tosse, não tem nada", disse Mandetta, ponderando que o período de incubação ainda pode estar vigente.

Como o exame positivo foi realizado por um laboratório privado ainda não credenciado para os testes oficiais, o governo aguarda a contraprova do Instituto Adolfo Lutz.

Em relação aos casos suspeitos no país, o número atingiu 530 nesta quarta-feira, enquanto já foram descartados 315 casos antes tidos como suspeitos.

São Paulo, com 135 casos suspeitos segue como o Estado com maior número desses registros, seguido por Rio Grande do Sul (98), Minas Gerais (82) e Rio de Janeiro (55).



(Por Gabriel Araujo)