Brasil confirma primeira morte por varíola dos macacos

O Ministério da Saúde confirmou nesta sexta-feira a primeira morte de um paciente com varíola dos macacos no Brasil, na cidade de Uberlândia, em Minas Gerais. Trata-se também do primeiro óbito do surto mundial fora do continente africano, onde a doença é endêmica.

O paciente, de Uberlândia, tinha comorbidades e estava em tratamento de quimioterapia.

No último sábado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a situação do vírus monkeypox como emergência pública internacional. Segundo a última atualização da OMS, já são mais de 16 mil casos em ao menos 75 países, e cinco mortes na África.

No Brasil, de acordo com informações do Ministério da Saúde, são 1.066 pessoas contaminadas pela doença, sendo 823 apenas no Estado de São Paulo. Há ainda 124 diagnósticos no Rio de Janeiro; 44 em Minas Gerais; 21 no Paraná; 15 no Distrito Federal; 13 em Goiás; 5 na Bahia; 4 em Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Ceará; 3 em Pernambuco; 2 no Espírito Santo e no Rio Grande do Norte; e 1 no Acre e em Tocantins. Foram registradas também 513 suspeitas que estão em monitoramento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos