Brasil desejar vacinar atletas que disputarão Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio, diz jornal

O Globo
·1 minuto de leitura

O Brasil deseja vacinar todos os atletas que estão classificados para disputar as Olimpíadas e as Paralimpíadas de Tóquio, no Japão. A informação é do jornal Folha de S.Paulo. Ao todo, serão cerca de 2 mil pessoas, incluindo atletas, integrantes de comissões técnicas e colaboradores.

Segundo o jornal, o COB é quem irá definir a lista de pessoas imunizadas. O Ministério da Defesa confirmou a informação, mas deixou a cargo do Comitê Olímpico Brasileiro a decisão. O Comitê Olímpico Internacional (COI) não trata as vacinas como obrigatórias para os atletas disputarem os Jogos.

O Comitê Olímpico do Brasil confirma que foi procurado pelo Ministério da Defesa e pelo Comitê Olímpico Internacional para tratar da vacinação.

"O Comitê Olímpico do Brasil confirma que foi procurado pelo Ministério da Defesa e pelo Comitê Olimpico Internacional para tratar da vacinação da delegação olímpica e paralímpica do Brasil nos Jogos de Tóquio 2020 e está conversando com as entidades para definir o caminho a ser seguido, respeitando o plano nacional de imunização", diz a nota.

Outros países do mundo também colocaram atletas no grupo prioritário para a vacinação contra a Covid-19, como Bélgica, Espanha, Nova Zelândia, Alemanha, México, entre outros.