Brasil enfrentará Suíça sem Neymar, mas com vários jovens talentos

Jogadores da seleção brasileira durante treinamento em Doha

Por Fernando Kallas

DOHA (Reuters) - O Brasil enfrentará a Suíça na segunda-feira sem Neymar, sua principal estrela, que sofreu uma lesão no tornozelo sofrida na vitória de 2 x 0 contra a Sérvia na estreia brasileira na Copa do Mundo do Catar, na quinta-feira, mas com uma série de jovens talentos para substituí-lo.

O pentacampeão mundial também estará sem o lateral-direito Danilo, que também sofreu uma contusão no tornozelo contra os sérvios.

Essas ausências são um golpe para as aspirações do Brasil de ganhar uma sexta Copa do Mundo, mas a seleção poderá contar com uma excepcional geração de novos talentos para compensar esses desfalques no duelo contra os suíços.

Neymar foi crucial para o Brasil nas duas Copas do Mundo que disputou até então, mas em times que não tinham o mesmo talento de gerações passadas.

Recentemente outros brasileiros começaram a brilhar no futebol europeu, com a ascensão de jovens como Vinícius Jr. e Richarlison, sem dúvida os dois melhores jogadores na impressionante vitória contra a Sérvia.

O treinador Tite terá muitas opções disponíveis para substituir Neymar contra a Suíça e depois disso, já que o jogador luta para estar apto para as fases eliminatórias depois de sofrer danos nos ligamentos de um tornozelo direito que o tem incomodado há anos.

O prodígio do Real Madrid Rodrygo seria a primeira opção se Tite decidisse usar o mesmo sistema com quatro homens na frente ao lado de Vinícius, Richarlison e Raphinha.

O versátil atacante de 21 anos jogou na posição de Neymar em três jogos-treino do Brasil em Turim, na semana anterior à Copa do Mundo.

Outra opção seria emparelhar Fred com seu colega de equipe do Manchester United Casemiro para fortalecer o meio-campo e avançar o jogador do West Ham United Lucas Paquetá para a meia.

No entanto, a maior dúvida é em relação ao substituto de Danilo, já que o veterano Daniel Alves, de 39 anos, é o único lateral-direito disponível.

O ex-jogador do Barcelona disputou sua última partida pelo time mexicano UNAM Pumas em setembro e sofreu uma lesão no joelho que o tem incomodado desde então.

Tite testou o zagueiro central do Real Madrid, Eder Militão, como um lateral no amistoso contra Gana, e ele pode surgir como opção.

O Brasil lidera o Grupo G do Mundial com três pontos, empatado com os suíços, que venceram Camarões em sua estreia por 1 x 0.