Brasil expressa preocupação após ataque dos EUA na Síria

O presidente brasileiro, Michel Temer, em São Paulo, em 3 de abril de 2017

O governo brasileiro expressou nesta sexta-feira sua preocupação com a situação na Síria, depois de um ataque realizado pelos Estados Unidos contra posições do regime sírio em represália a um suposto ataque químico atribuído a Damasco.

O Brasil está preocupado "com a escalada do conflito militar na Síria e reitera sua consternação com as notícias do uso de armas químicas", segundo a nota do Palácio do Itamaraty.

A chancelaria pediu "investigações amplas e imparciais sobre o ocorrido em Idlib" (onde um suposto ataque químico deixou dezenas de mortos) para que haja "punição para os responsáveis".