Brasil goleia Coreia do Sul por 4 x 1 com show ofensivo e vai enfrentar Croácia nas quartas

Jogadores do Brasil comemoram um dos gols na goleada de 4 x 1 sobre a Coreia do Sul

Por Ossian Shine

DOHA (Reuters) - Com uma das melhores atuações da Copa do Mundo, a seleção brasileira goleou a Coreia do Sul por 4 x 1 nesta segunda-feira em confronto pelas oitavas de final da Copa do Mundo marcado pelo retorno do atacante Neymar, que anotou seu primeiro gol no Mundial, e agora enfrentará a Croácia nas quartas de final.

Os brasileiros conseguiram demonstrar em campo todo seu talento ofensivo na partida disputada no Estádio 974 e simplesmente não deram chances aos sul-coreanos, acabando com as esperanças asiáticas no torneio.

Depois de ter passado toda a fase de grupos sem marcar um gol sequer no primeiro tempo, o Brasil corrigiu o problema marcando todos os seus quatro gols contra a Coreia do Sul antes do intervalo.

Logo aos 7 minutos, o atacante Vinícius Jr. abriu o placar ao finalizar com calma depois de cruzamento do ponta Raphinha pela direita.

De volta ao time após se recuperar de uma lesão no tornozelo que o deixou de fora das duas últimas partidas do Brasil, Neymar ampliou aos 13 minutos, em cobrança de pênalti, após Richarlison ser derrubado dentro da área.

"Tive um medo muito grande porque vinha muito bem, jogando uma temporada muito boa, sofrer uma lesão daquela... Passei a noite e o outro dia chorando muito, mas deu tudo certo, valeu a pena, valeu o esforço de ficar tratando", disse Neymar em entrevista à TV Globo após a partida.

"A gente sonha com o título, é obvio. Foi o quarto jogo hoje, nos faltam três. Estamos muito focados para buscar esse título", acrescentou

Richarlison fez o terceiro gol brasileiro ao finalizar com categoria após belo passe do zagueiro Thiago Silva, que deixou o atacante sozinho para tocar na saída do goleiro sul-coreano, aos 29 minutos.

Logo depois, Vinícius Jr. avançou pela esquerda e cruzou para Lucas Paquetá concluir no meio da área e anotar o quarto gol brasileiro.

"É normal, com o passar do tempo a gente ia crescer na competição e a cada jogo que passa a gente está mais confiante e entrosado. Hoje jogamos com uma equipe que deu espaço para a gente, e quando dão espaço é bastante complicado para os adversários", disse Vinícius Jr. após a partida.

Na segunda etapa, o Brasil apenas administrou o resultado e diminuiu o volume de jogo, enquanto a Coreia do Sul partiu para o ataque. Aos 31 minutos, Paik Seung-ho arriscou de fora da área e acertou o ângulo do goleiro Alisson para anotar o único gol sul-coreano da partida.

O Brasil ainda desperdiçou diversas chances de ampliar o marcador, algumas vezes por exagerar nos toques de calcanhar ou passes rebuscados, mas não teve a classificação ameaçada em qualquer momento pelos sul-coreanos, que eram os últimos asiáticos ainda vivos no torneio.

Após a derrota do Japão na disputa de pênaltis para a Croácia mais cedo e a derrota da Austrália para a Argentina, todas as três seleções da Confederação Asiática foram eliminadas nas oitavas de final.

Após o apito final, os jogadores da seleção brasileira abriram uma bandeira com uma foto e o nome de Pelé no centro do gramado, em uma homenagem ao ex-jogador que está hospitalizado em São Paulo durante um tratamento contra o câncer.

O Brasil retornará aos gramados na sexta-feira para enfrentar a Croácia pelas quartas de final do Mundial. Os croatas, atuais vice-campeões do mundo, venceram o Japão mais cedo na disputa de pênaltis depois de empate por 1 x 1 ao final da prorrogação.

(Reportagem adicional de Fernando Cardoso, em São Paulo)