Brasil ocupa 2° posição em ranking global de usuários de NFT, aponta relatório

Segundo a consultoria alemã Statista, o Brasil já ocupa a 2° posição no ranking global de usuários de NFT. Foto: Getty Images.
Segundo a consultoria alemã Statista, o Brasil já ocupa a 2° posição no ranking global de usuários de NFT. Foto: Getty Images.
  • Segundo consultoria alemã, Brasil está em segundo lugar no pódio global de usuários de NFT;

  • País está atrás da Tailândia e à frente de Estados Unidos, China, Canadá e Alemanha;

  • Cerca de 5 milhões de brasileiros são donos de pelo menos um NFT.

Mesmo em um cenário de criptomoedas desvalorizadas, inflação e juros altos e debates sobre regulação do espaço econômico na chamada Web3, o mercado de tokens não-fungíveis (NFTs, na sigla em inglês) parece ganhar cada vez mais força dentro do Brasil.

De acordo com relatório da empresa alemã de consultoria Statista, desde 2021, o país aparece em segundo lugar no pódio global de usuários de NFT.

Leia também:

O país está atrás apenas da Tailândia, mas à frente de países como Estados Unidos, China, Canadá e Alemanha.

Ao todo, por volta de 5 milhões de brasileiros são donos de pelo menos um token não-fungível, o equivalente a 2,33% da população do Brasil.

Para especialistas apresentados pelo jornal O Globo, o sucesso encontra explicação em alguns fenômenos, como os jogos baseados em blockchain em modelo de play-to-earn (jogar para ganhar, em tradução livre) e também a venda de NFTs por clubes esportivos.

De acordo com o levantamento da Statista, as receitas globais movimentadas por tokens não-fungíveis devem aumentar 439% até 2026, quando comparadas ao ano passado.

Contudo, especialistas atentam para os riscos tomados ao se investir nesse mercado, já que não é regulado e pode favorecer bolhas e fraudes.

"A pessoa que decide aplicar recursos em NFTs precisa se informar muito bem sobre o que exatamente está sendo comprado, quem está vendendo, se existe alguma possibilidade de saída do investimento, além de se certificar que realmente entendeu as características do ativo comprado”, informa João Manoel de Lima Junior, coordenador do Núcleo de Estudos Avançados de Regulação do Sistema Financeiro Nacional (NEASF) da FGV Direito Rio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos