Brasil recebe mais 1,2 milhão de doses de vacinas para crianças

·2 min de leitura
Acordo entre Ministério da Saúde e Pfizer prevê chegada de 20 milhões de doses de vacinas para crianças até março
Acordo entre Ministério da Saúde e Pfizer prevê chegada de 20 milhões de doses de vacinas para crianças até março (Foto: Wagner Meier/Getty Images)
  • Mais 1,2 milhão de vacinas para crianças chegaram ao Brasil no domingo

  • Imunização de crianças de 5 a 11 anos começou nesta segunda-feira em diversos estados do Brasil

  • Até o momento, país recebeu 2,4 milhões de vacinas para crianças

No último domingo (16), o Brasil recebeu mais de 1,2 milhão de doses de vacinas para crianças da Pfizer. O imunizante é próprio para pessoas de 5 a 11 anos e corresponde a um terço da dose utilizada em jovens a partir dos 12 anos e adultos.

As doses chegaram no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). O Brasil já havia recebido a primeira remessa, também com 1,2 milhão de doses, no dia 13 de janeiro.

O imunizante pediátrico foi distribuído aos estados e começou a ser utilizado em diversos estados nesta segunda-feira (17). O acordo entre Pfizer e Ministério da Saúde prevê a compra de 20 milhões de doses, que chegarão até o fim de março.

No entanto, o Brasil precisaria de mais de 40 milhões de doses para imunizar todas as crianças entre 5 e 11 anos. O governo paulista tem a expectativa que, na próxima semana, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) libere o uso da CoronaVac para esta faixa etária.

Primeira criança vacinada

A primeira criança vacinada no Brasil foi Davi Xavante, de 8 anos, indígena e morador de Piracicaba. Ele recebeu a primeira dose da Pfizer na tarde de sexta-feira (14), no Hospital das Clínicas. O governador, João Doria (PSDB), acompanhou o momento.

Natural de Mato Grosso, Davi vive em Piracicaba, no interior paulista, há um ano. Ele se mudou para São Paulo para fazer um tratamento no Instituto da Criança do Hospital das Clínicas. Ele é a primeira criança entre 5 e 11 anos a receber o imunizante no país. Outras crianças foram vacinadas no evento, com deficiência, com comorbidades e também quilombolas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos