Brasil registra 1.051 mortes e 56.572 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h

·2 minuto de leitura
Relatives attend the funeral of COVID-19 victim Maria Estela Maris Melo, at the Nossa Senhora Aparecida cemetery in Manaus, Amazonas state, Brazil, on December 30, 2020. - Latin America and the Caribbean on Tuesday became the second region after Europe to top half a million deaths from Covid-19, according to an AFP count based on official tallies.
There have been at least 500,800 deaths among the 29 countries in the region, with more than half of those in Brazil. (Photo by Michael DANTAS / AFP) (Photo by MICHAEL DANTAS/AFP via Getty Images)
Relatives attend the funeral of COVID-19 victim Maria Estela Maris Melo, at the Nossa Senhora Aparecida cemetery in Manaus, Amazonas state, Brazil, on December 30, 2020. - Latin America and the Caribbean on Tuesday became the second region after Europe to top half a million deaths from Covid-19, according to an AFP count based on official tallies. There have been at least 500,800 deaths among the 29 countries in the region, with more than half of those in Brazil. (Photo by Michael DANTAS / AFP) (Photo by MICHAEL DANTAS/AFP via Getty Images)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Brasil registrou 1.051 mortes pela Covid-19 e 56.572 novos casos da doença neste sábado (20). São, ao total, 246.006 óbitos e 10.138.265 pessoas infectadas pelo coronavírus Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Os dados do país são fruto de colaboração entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Leia também

Além dos dados diários, a Folha também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 1.051. Há uma semana, em 13 de fevereiro, a média era de 1.083, o que representa situação de estabilidade.

O consórcio também atualizou informações repassadas sobre a vacinação contra a Covid-19 por 24 estados.

Foram aplicadas no total 6.927.360 doses de vacina (5.811.528 da primeira dose e 1.115.832 da segunda dose), de acordo com as informações disponibilizadas pelas secretarias de Saúde.

As vacinas disponíveis no Brasil são a Coronavac, do Butantan em parceria com a farmacêutica Sinovac, e a Covishield, imunizante da Fiocruz desenvolvido pela parceria entre a Universidade de Oxford e a AstraZeneca.

​A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​