Brasil registra 11 mortes e 901 casos de Covid neste sábado (29)

*** FOTO DE ARQUIVO *** SÃO PAULO, SP, 27.04.2021: COTIDIANO - CORONAVÍRUS - Ensaio em cemitério para o dia em que o Brasil atinge 400 mil mortos por Covid-19. Na foto, sepultadores enterram vítima de Covid-19 no Cemitério Vila Formosa, no final da tarde desta terça-feira. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
*** FOTO DE ARQUIVO *** SÃO PAULO, SP, 27.04.2021: COTIDIANO - CORONAVÍRUS - Ensaio em cemitério para o dia em que o Brasil atinge 400 mil mortos por Covid-19. Na foto, sepultadores enterram vítima de Covid-19 no Cemitério Vila Formosa, no final da tarde desta terça-feira. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Brasil registrou 11 mortes por Covid e 901 casos da doença neste sábado (29), véspera do segundo turno das eleições. Com esta atualização, o país chega a 688.143 vidas perdidas e a 34.865.218 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

A média móvel de casos apresenta tendência de crescimento de 31% em relação aos dados de duas semanas atrás. Ela agora é de 5.186 por dia. A média de mortes também está em alta, com uma taxa de 67% em comparação com as informações de duas semanas atrás. O número médio é de 68 ao dia.

Durante os finais de semanas, alguns estados não divulgam os dados atualizados. Exemplos são Rio de Janeiro, Maranhão, São Paulo e Distrito Federal. Por isso, os números consolidados da pandemia aos finais de semanas costumam ser menores.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folh de S.Pauloa, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus.

As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

O consórcio de veículos de imprensa deixou de atualizar os números de vacinados contra a Covid-19 nos fins de semana e feriados. Nos dias úteis, os dados serão atualizados normalmente. A medida visa evitar imprecisões nos números informados ao leitor.

A mudança ocorre devido a problemas na consolidação dos dados de vacinação pelas secretarias estaduais. Diversos estados não atualizam o total de vacinados aos fins de semana e feriados, e mesmo os que o fazem, por vezes, informam números desatualizados, que não correspondem à realidade e costumam ser corrigidos nos dias seguintes.