Brasil registra 484 mortes por Covid em 24 h e 12.582 casos

·2 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 27.04.2021 - Vista aérea do cemitério de Vila Formosa, zona leste de São Paulo. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 27.04.2021 - Vista aérea do cemitério de Vila Formosa, zona leste de São Paulo. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Brasil registrou 484 mortes por Covid e 12.582 casos da doença, nesta terça-feira (21). Com isso, o país chegou a 591.518 óbitos e a 21.246.954 infecções desde o início da pandemia.

O Rio de Janeiro não divulgou dados de Covid, nesta terça.

As médias móveis de mortes e casos tiveram aumento em relação aos dados de duas semanas atrás. Isso ocorre em meio ao registro de informações represadas de meses anteriores e outros problemas enfrentados recentemente por alguns estados.

O estado de São Paulo, na segunda (20), relatou problemas e disse que os óbitos notificados são inferiores ao esperado "devido a uma instabilidade no serviço do Sivep, sistema federal onde são notificados os casos graves de Covid-19 e as mortes". Na semana passada, os dados diários do consórcio também foram afetados por represamentos de casos em São Paulo, que incluiu dezenas de milhares de infecções de meses anteriores. Também na última semana, o Rio de Janeiro teve problemas no sistema de notificação e não divulgou os dados em uma ocasião. Roraima, em outro dia, também teve problemas.

A média móvel de casos agora é de 32.745 infecções por dia, aumento de 88% em relação aos dados de quatorze dias atrás. Já a média móvel de mortes é de 524 vidas perdidas diariamente, aumento de 14%, em relação ao dado de duas semanas atrás (o que configura uma situação de estabilidade).

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos