Brasil registra mais de 49 mil casos de Covid e 160 mortes em 24 horas

·2 min de leitura
*** FOTO DE ARQUIVO *** PORTO ALEGRE, RS, 12.03.2021 - Porto Alegre alcançou a triste marca de ocupação de mais de 100% das UTIs-Covid nesta sexta-feira. A rotina de trabalho tem deixado os profissionais de saúde extenuados. (Foto: Daniel Marenco/Folhapress)
*** FOTO DE ARQUIVO *** PORTO ALEGRE, RS, 12.03.2021 - Porto Alegre alcançou a triste marca de ocupação de mais de 100% das UTIs-Covid nesta sexta-feira. A rotina de trabalho tem deixado os profissionais de saúde extenuados. (Foto: Daniel Marenco/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Brasil registrou 49.459 casos de Covid, neste sábado (15) e 160 mortes. Oito estados não registraram óbitos. Com os dados atualizados, o país chega a 621.007 vidas perdidas e a 22.975.323 pessoas infectadas desde o início da pandemia. A média móvel de testes positivos é de 68.074 e de óbitos 147. A explosão de casos de Covid neste início de ano ocorre em meio à expansão da ômicron no Brasil.

Durante o mês de dezembro, após um ataque hacker aos sistemas do Ministério da Saúde, diversos estados relataram dificuldades de registro. Apesar de a Pasta afirmar que os sistemas foram normalizados ainda em dezembro, parte dos dados pode ser fruto do represamento. Mesmo assim, a elevação rápida das taxas de ocupação de leitos para Covid pelo país aponta o espalhamento e impacto da ômicron.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 estão afetados pelo ataque hacker ao sistema do Ministério da Saúde, ocorrido em dezembro, com diversos estados sem atualização. De toda forma, as informações foram ao menos parcialmente atualizadas em 14 estados.

O Brasil registrou 572.624 doses de vacinas contra Covid-19, neste sábado. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, foram 37.149 primeiras doses, 343.333 segundas doses. Além disso, foram registradas 3.212 doses únicas e 188.930 doses de reforço.

Ao todo, 161.905.777 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil —140.986.347 delas já receberam a segunda dose do imunizante. Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 145.623.507 pessoas com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen.

Assim, o país já tem 75,37% da população com a 1ª dose e 67,79% dos brasileiros com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen.

Considerando somente a população adulta, os valores são, respectivamente, de 100,08% e 90,01%.

Mesmo quem recebeu as duas doses ou uma dose da vacina da Janssen deve manter cuidados básicos, como uso de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos