Brasil sediará primeira reunião de ministros da América do Sul sobre crimes transnacionais

***ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF,  BRASIL,  19-10-2021 -  O ministro da Justiça Anderson Torres.  (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, BRASIL, 19-10-2021 - O ministro da Justiça Anderson Torres. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ministros das áreas de segurança pública da América do Sul terão o primeiro encontro para debater o combate ao crime transnacional no continente, em Brasília, na próxima semana, nos dias 23 e 24 de junho.

O objetivo é discutir o controle do crime organizado nas fronteiras e indicadores do Brasil. O ministro da Justiça, Anderson Torres, vai apresentar e propor a ampliação da operação Nova Aliança, que faz parte de uma cooperação regional com o Paraguai e que registrou recorde de apreensão de maconha em 2021, com 5,4 mil toneladas da destruídas.

O equivale a retirar US$ 162 milhões do crime organizado. Isso representaria 80% de toda a maconha apreendida no mundo, segundo relatório da UNODC, o escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime.

De acordo com Torres, a intenção é aumentar essa cooperação, incluindo outros países. Estarão no Brasil para o encontro os representantes da área de nove países.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos