Brasil será centro da economia biossustentável, diz Guedes

·1 minuto de leitura
Ministro da Economia, Paulo Guedes

Por Isabel Versiani

BRASÍLIA (Reuters) - Com a reforma tributária, o governo quer priorizar isenções que estimulem a economia verde e a digital, disse nesta segunda-feira o ministro da Economia, Paulo Guedes, ressaltando que o país vai se tornar "o centro da economia biossustentável" no mundo.

Sem comentar a crise hídrica que o país enfrente atualmente em meio a uma seca histórica que tem afetado a produção de energia das hidrelétricas, Guedes disse que não haverá mais incentivos do governo para a energia "suja".

"Vamos reindustrializar o Brasil em cima de energia barata", disse Guedes durante participação no Fórum de Investimentos Brasil 2021.

Ele também destacou a vocação da Amazônia para se tornar um centro de provisão de serviços para a economia do meio ambiente e afirmou que o Brasil quer atrair investimentos para esse processo.

"Sabemos que biofármacos, a energia digital, turismo, a economia verde, tudo isso vai girar em torno da região Amazônica. Queremos ajuda e investimentos de fora para construirmos juntos esse futuro digital e esse futuro verde", afirmou o ministro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos