Brasil sofre com lesões antes de duelo pelas oitavas contra Coreia do Sul

Gabriel Jesus durante partida entre Brasil e Camarões pela Copa do Mundo do Catar

Por Fernando Kallas

DOHA (Reuters) - A seleção brasileira, uma das favoritas para o título da Copa do Mundo do Catar, está correndo para superar as lesões de alguns de seus principais jogadores enquanto se prepara para a partida das oitavas de final contra a Coreia do Sul na segunda-feira, depois que uma equipe muito modificada perdeu por 1 x 0 para Camarões na noite de sexta-feira.

Neymar ainda está se recuperando de uma lesão no tornozelo sofrida na vitória na estreia contra a Sérvia, e o técnico Tite tem à disposição apenas um lateral de origem, depois que Alex Telles sofreu uma lesão no joelho contra Camarões.

Danilo e Alex Sandro desfalcaram a equipe após lesões sofridas no início da competição e ainda não está claro se estarão à disposição para o duelo contra os sul-coreanos.

Telles e o atacante Gabriel Jesus, que também sofreu uma lesão no joelho contra Camarões, estão oficialmente fora do restante da Copa do Mundo, informou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) neste sábado.

Com a vaga já garantidas nas oitavas após vitórias contra Sérvia e Suíça nas duas primeiras partidas do torneio, Tite fez nove mudanças em relação à equipe que venceu a Suíça por 1 x 0 para a partida de sexta contra Camarões, e o Brasil sofreu sua primeira derrota para uma seleção africana em uma Copa do Mundo contra Camarões na sexta.

"A exigência física é cada vez maior, o curto espaço de tempo. É um efeito cumulativo dos jogos", disse o técnico Tite em uma coletiva de imprensa na sexta-feira.

"Eu não sei te dizer, mas mentalmente a Copa é muito exigente. Ela te drena. A intensidade dos jogos, a preparação, tudo isso são componentes de análise que temos que aprofundar mais, mas todos são consideráveis."

Tite não deixou a imprensa acompanhar o treinamento neste sábado, mas disse que Neymar, Alex Sandro e Danilo deveriam estar em campo para testar sua condição.

Se nenhum deles puder jogar, o zagueiro Marquinhos pode talvez mudar para a lateral-esquerda e Daniel Alves, de 39 anos, que se tornou o brasileiro mais velho a começar uma partida da Copa do Mundo contra Camarões, pode voltar a ser escalado pela direita.

Se Tite optar por usar o zagueiro Eder Militão, do Real Madrid, como fez na ausência de Danilo contra a Suíça, o Brasil não teria outros defensores no banco de reservas.

Se Neymar ainda estiver fora, o prodígio do Real Madrid Rodrygo provavelmente será a primeira opção de Tite, já que a escalação de Fred, que atuou ao lado de seu companheiro de Manchester United Casemiro contra a Suíça, não foi muito convincente.

Bruno Guimarães, do Newcastle, também pode ser uma alternativa, empurrando Lucas Paquetá para a frente em um papel de meia armador.

A Coreia do Sul contará com seu craque Son Heung-min para liderá-los contra os favoritos na segunda-feira, depois que ele teve participação importante na vitória por 2 x 1 sobre Portugal na sexta, que os garantiu nas oitavas de final.

A Coreia do Sul é a única seleção asiática a já ter chegado às semifinais de um Mundial antes, quando foram co-anfitriões com o Japão em 2002, e esperam surpreender o Brasil na segunda-feira para fazer história novamente.