Brasil tem 15% de aumento nas mortes por Covid-19 nas últimas duas semanas

O Globo
·2 minuto de leitura
Edilson Dantas / Agência O Globo

SÃO PAULO - Após registrar 768 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, o Brasil acumula até agora 190.028 óbitos pela doença. Os dados foram compilados pelo consórcio de veículos de imprensa formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo, que informações divulgadas pelas secretarias estaduais de Saúde.

No último dia, o país teve 57.753 pessoas diagnosticadas com infecção pelo novo coronavírus, totalizando 7.424.430 casos até agora.

SAIBA MAIS: Veja como está a epidemia de Covid-19 no seu Estadol

A média móvel de sete dias do número diário de mortes no país está em 737, o que representa aumento quinzenal de 15%.

Esse indicador é uma média entre os números de mortes e casos do dia e dos seis anteriores. A medida é comparada com a média de duas semanas atrás para indicar se há tendência de alta, estabilidade ou queda. O cálculo é um recurso estatístico para conseguir enxergar a tendência dos dados abafando o "ruído" causado pelos finais de semana, quando a notificação de mortes se reduz por escassez de funcionários em plantão.

O dado de hoje, véspera de Natal, também é sujeito a subnotificação, porque muitas equipes estão em esquema de plantão, o que puxa para baixo a média móvel, que vinha de uma sequência de 17 dias acima de com taxa de aumento de 20% no número diário de mortos.

Das 27 unidades da federação, de qualquer forma, 13 estão com o número de óbitos em viés de elevação nas últimas duas semanas, e 4 estão com os números em queda. Outras 10 permaneceram em tendência estável (variação menor de 15% para mais ou para menos).

Levando em conta o número de casos (incluindo os não letais) a variação indica uma tendência de _ quinzenal de 4%.