Brasil tem cinco das 500 melhores universidades do mundo, diz consultoria; USP lidera no país

A USP subiu seis posições no QS World University Ranking e foi considerada, pela consultoria britânica especializada em ensino superior Quacquarelli Symonds (QS), como a 115ª melhor universidade do mundo. Com essa posição, ela é a mais bem ranqueada do Brasil. Foram avaliadas mais de 1.400 instituições de 100 países.

As três universidades que lideram o ranking são o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), na 1ª posição; a Universidade de Cambridge, na 2ª posição; e a Universidade Stanford, na 3ª.

Na América latina, o Brasil é o país com mais instituições classificadas no ranking. São 35 ao todo. Além da USP, outras quatro instituições brasileiras ficaram entre as 500 melhores do mundo: a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) ficou na 210ª posição, subindo 23 posições em relação ao ano passado.

— O ensino superior brasileiro está enfrentando desafios significativos. Em 2021, um corte no orçamento fez o financiamento do ensino superior cair para seu menor valor em 17 anos – com o dobro do número de estudantes. Considerando que a maioria das pesquisas brasileiras é realizada por universidades públicas e financiada por recursos estatais e nacionais, estes cortes são um golpe nas ambições das universidades do país — afirmou o vice-presidente sênior da QS, Ben Sowter.

A lista segue com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na 333ª, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), na 441ª, e da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), na 477ª colocação.

— Apesar disso, o Brasil continua a produzir pesquisas relevantes e importantes, por exemplo, Jaqueline Goes de Jesus, da Universidade de São Paulo, alcançou reconhecimento global por seu trabalho sequenciando o genoma de uma variante da Covid-19 — ressaltou Sowter.

A edição deste ano do QS World University leva em consideração oito indicadores: Reputação Acadêmica, Reputação entre Empregadores, Proporção de Docente por Aluno, Citações Científicas, Proporção de Estudantes Estrangeiros, Corpo Docente Internacional, Rede Internacional de Pesquisa e Empregabilidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos