Brasil volta a quebrar recorde de novos casos de Covid-19

·2 min de leitura
Além da explosão de casos, ocorreu nos últimos dias uma corrida a postos de saúde, laboratórios e farmácias em busca de testes de detecção de Covid-19. Brazil January 12, 2022. REUTERS/Lucas Landau
Além da explosão de casos, ocorreu nos últimos dias uma corrida a postos de saúde, laboratórios e farmácias em busca de testes de detecção de Covid-19. Brazil January 12, 2022. REUTERS/Lucas Landau
  • Brasil somou nesta quinta-feira (20) quase 170 mil infecções nas últimas 24 horas;

  • Variante Ômicron foi responsável por 98% dos casos;

  • Os dados das secretarias estaduais de saúde registram aí 350 mortes por conta da doença.

Um dia depois de registrar quase 140 mil novos casos de Covid-19, o Brasil somou nesta quinta-feira (20) quase 170 mil infecções nas últimas 24 horas. Foram 168.495 pessoas contaminadas com o coronavírus, predominantemente com a variante Ômicron, responsável por 98% dos casos.

Os dados das secretarias estaduais de saúde registram aí 350 mortes por conta da doença, indicando estabilidade em relação aos últimos dias e o impacto positivo causado pela vacinação.

Em 23 de Junho de 2021, o Brasil batia o recorde anterior de casos em um mesmo dia. Nas duas semanas anteriores, morreram, em média, 2.019 pessoas a cada dia por causa do coronavírus. Nas últimas duas semanas esta média foi de 202 mortes, com uma forte alta nesta última semana. Naquele momento dramático da pandemia no país, havia 24,9 milhões de pessoas totalmente imunizadas, contra 147,8 milhões atualmente.

O último boletim Infogripe, da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), que analisa os dados inseridos no Sivep-gripe até o dia 13/01 aponta também tendência de forte crescimento no número de casos em todo país a curto e longo prazo.

Uma análise feita pelo Instituto Todos pela Saúde, em parceria com os laboratórios Dasa e DB Molecular, mostrou que 98,7% dos casos de covid são causados pela variante Ômicron. Foram analisadas 3.212 amostras de coronavírus e, entre elas, 3.171 correspondem à infecção pela variante. Foram coletadas 8.121 amostras entre 2 e 8 de janeiro de 2022.

Ômicron em alta

O tsunami de Covid-19 causado no país pela variante Ômicron junto das festas de fim de ano e flexibilizações na quarentena quebrou nesta terça-feira (18) mais uma marca: nas últimas 24 horas foram registrados 137.103 novos casos de Covid-19 no Brasil. O novo recorde é quase 20% maior que o anterior, de 23/06 do ano passado, quando 115.228 pessoas foram infectadas com o novo coronavírus.

Em média, de acordo com os dados do Ministério da Saúde recolhidos junto às Secretarias estaduais de Saúde, são 83.205 novos casos diários da doença. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +575%, indicando tendência de alta nos casos da doença.

Além da explosão de casos, ocorreu nos últimos dias uma corrida a postos de saúde, laboratórios e farmácias em busca de testes de detecção de Covid-19. Na última sexta-feira (14), pacientes aguardavam até seis horas para conseguir realizar consulta com clínico geral e o teste rápido. Os casos que apresentavam resultados positivos realizam nova coleta para exame RT-PCR com resultado três dias depois.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos