Brasil x Canadá: torcedores querem bater recorde de mais jogos vistos em uma Copa; brasileiro promete ir a todos

Mesmo em grupos diferentes, Brasil e Canadá vão se enfrentar na Copa do Mundo. O embate não será nos gramados, mas sim nas arquibancadas, e quiçá no Guinness Book. O canadense Lee Kormish, de 44 anos, planeja ir a 41 jogos no Mundial do Catar e bater o recorde atual que pertence a Thulani Ngcobo, da África do Sul, que foi a 31 jogos, em 2010. Enquanto o brasileiro Lucas Tylty, promete ir em todas as 64 partidas dentro do estádio.

A logística no Catar facilita que ambos consigam o feito, já que a maior distância entre os estádios é um pouco mais de 50 km. Ainda assim, não será fácil. Além do tempo de trânsito entre os locais dos jogos, o preço dos ingressos está bastante salgado. A entrada mais barata para torcedores estrangeiros custa R$ 365 na fase de grupos, R$ 511 nas oitavas, R$ 1.095 nas quartas, R$ 1.899 nas semifinais e R$ 3.213 na final (na cotação atual).

Lucas Tylty ainda possui um desafio maior. Como ele quer estar presente em todas as partidas, o brasileiro terá que se desdobrar, pelo menos nos jogos da terceira rodada da fase de grupos, já que teremos quatro confrontos, sendo dois no mesmo horário. O empresário já explicou como será a dinâmica nestes dias. Ele irá assistir o primeiro tempo em um estádio e o segundo tempo no outro.

O brasileiro ainda conta que abdicou de estar presente na Copa do Mundo da Rússia para poder fazer história no Mundial do Catar. Lucas destacou que está se programando desde 2018 para este momento. Por outro lado, o canadense tem se organizado para buscar o recorde desde o ano passado. Kormish já esteve presente em outras Copas, mas é a primeira vez que ele assistirá o Canadá.

— Eu esperei por isso por toda a minha vida, sempre apaixonado. Tivemos muitos momentos sombrios. Palavras não podem explicar. Os arrepios na espinha, apenas os arrepios tomam conta de todo o corpo. Quão legal é isso? Que o Canadá está aqui no momento em que um canadense vai quebrar o recorde do Guinness — disse Kormish ao jornal “Toronto Star”.

Lucas Tylty, criador da Betzord, lançou o desafio chamado "Zerando a Copa". A aventura do brasileiro é assistir todos os jogos da competição dentro do estádio, algo que ninguém jamais fez. Muito por conta das logísticas de outros Mundiais, quando a distância entre um estádio e outro era maior.

— Em nenhuma Copa do Mundo, alguém conseguiu assistir todos os jogos dentro do estádio. E foi aí que eu pensei, e se eu contrariasse as estatísticas? Esse é o projeto mais ousado de todas as Copas do Mundo. Serão 64 partidas em 28 dias e eu preciso assistir todos os jogos dentro do estádio para eu zerar a Copa do Mundo — afirma Lucas Tylty, em vídeo no Instagram.