Brasil x Chile: seleção faz teste que importa dois anos após o último mata-mata

·3 minuto de leitura

Faz cinco anos que a seleção brasileira perdeu pela última vez um jogo em uma Copa América. O técnico era Dunga, o adversário o Peru, e a competição terminou com o Chile, adversário de hoje, 21h, no Nilton Santos, como o grande campeão.

Depois disso, já com Tite, a última lembrança amarga de uma eliminação foi na última Copa do Mundo, diante da Bélica. Após dois anos, o técnico e a equipe brasileira voltam a enfrentar realidade rara no atual trabalho.

Dos 56 jogos de Tite no comando do Brasil, apenas cinco tiveram a derrota resultando em eliminação. México (V) e Bélgica (E) em 2018 e Paraguai (E), Argentina (V) e Peru (V), 2019.

Nas Eliminatórias para a Copa da Rússia, não houve sequer jogos mata-mata para se preparar. Mas ainda assim há ensinamentos que Tite pretende tirar da teoria a partir das quartas de final da Copa América.

– Nesses jogos a gente tem que estar muito forte em quatro fatores, que são decisivos: a parte tática, a parte técnica, a parte física e a parte emocional, que precisam estar alinhadas. Quando se estabelece, a gente fica mais próximo da vitória. Isso que temos que ajustar — alertou.

A Eurocopa em curso mostrou que são nessas partidas que se forjam as seleções favoritas para o próximo Mundial. Itália x Áustria, França x Suíça, Bélgica x Portugal e Inglaterra x Alemanha foram boas amostras do que espera pelo Brasil, que hoje enfrenta um Chile em processo de reafirmação, com um trabalho de menos de um ano.

Aliás, no cenário do continente a concorrência não favorece a preparação. A ultima derrota da seleção para uma equipe sul-americana ocorreu em novembro de 2019, contra a Argentina, por 1 a 0. Mas se tratou de um amistoso. Diante da dificuldade de encarar times melhores, Tite ostenta bons números mesmo que apenas em jogos oficiais e chega credenciado para o título. Mas é uma prova pela qual a a seleção precisa passar mais vezes até o Qatar.

Na primeira fase do torneio, foram três vitórias e um empate, com uma série de experiências na equipe. Certo é que hoje Neymar retorna após ser poupado contra o Equador. E Ederson será o goleiro titular. No treino de ontem, Alex Sandro foi ausência e deve ser substituído por Renan Lodi, que sofreu um trauma na bacia mas se recuperou. Tite acredita que o período de experimentos foi importante e credenciou a seleção para buscar a taça com sua força máxima e opções testadas.

— Objetivos traçados eram de desempenho e foram de resultados na primeira etapa. Utilizamos todos os atletas, nosso objetivo era de oportunizar dentro do jogo para que as situações se mostrassem. Estarmos todos preparados para os outros enfrentamentos, com grupo confiante. Atingimos os objetivos — disse.

O treinador não indicou, porém, quem melhor aproveitou as oportunidades. Do meio para frente, ficou a sensação de que qualquer escalação pode ser usada. Com leve vantagem, por exemplo, de Lucas Paquetá sobre Éverton Ribeiro, e de Gabriel Jesus e Firmino sobre Gabigol. Na proteção à defesa, Casemiro e Fred devem retomar seus postos depois de Tite observar Fabinho e Douglas Luiz. O comandante sabe que a partir de agora terá que mandar a campo o que tem de melhor, no esquema que melhor funcionou recentemente.

Perguntado sobre como o mata mata do torneio sul-americano pode ajudar a seleção brasileira na preparação para a Copa do Mundo, Tite resumiu o conceito:

— Eu não estou pensando em Copa do Mundo, estou pensando neste jogo, em Copa América, em poder merecer mais que o adversário, de reconhecer virtudes de um adversário, um bicampeão da Copa América contra o ultimo campeão da competição. Tem uma grandeza do jogo, ele é muito maior — afirmou o técnico.

A seleção realizou o último treinamento em Teresópolis e seguiu para o Rio. Hoje, não fará o reconhecimento do gramado do estádio Nilton Santos, que nos últimos dias passou por tratamento em função de uma série de críticas, inclusive de Tite. A CBF tentou transferir a partida para Cuiabá, mas não teve sucesso. Se avançar, o Brasil também joga a semifinal no Rio, e a decisão será no Maracanã.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos