Brasileira concorre a prêmio de Melhor Professor do mundo com projeto de reciclagem

Reprodução

Uma brasileira está concorrendo ao prêmio de Melhor Professor do mundo após criar um projeto de reciclagem voltado para auxiliar a vizinhança da escola municipal Almirante Ary Parreiras, em São Paulo.

Débora Garofalo é uma das 50 professoras que concorrem ao prêmio Global Teacher. A premiação analisa o trabalho de educadores de 171 países, dando enfoque a ideias inovadoras e criativas na arte de ensinar.

A professora introduziu o Robótica com Sucata na escola com sucesso. A ideia é levar as crianças para as ruas onde falta saneamento básico e coleta de lixo, realizando um trabalho de catalogação e coleta.

Ao mesmo tempo, ela mostrou conceitos de robótica e consciência ambiental, provando que a tecnologia é fundamental para o desenvolvimento social. Desta forma ela consegue desenvolver nas crianças habilidades ainda desconhecidas.

“O projeto tem ajudado a pensar a escola que não só produza conhecimento, como também traga contribuições locais, gerando responsabilidade social nos alunos e na comunidade”, contou Débora em entrevista ao portal Startse.

O prêmio deverá ser entregue em março, em Dubai, no Emirados Árabes. No próximo dia 21 de fevereiro, Débora palestrará na EdTech Conference, em São Paulo, onde explicará sobre sua iniciativa no maior evento de educação já feito no país.