Brasileira no 'Big Brother' Itália recebe ameaças de estupro e sofre xenofobia

Extra
·1 minuto de leitura
Foto: Reprodução/Grande Fratello Vip

Brasileira participante do "Grande Fratello Vip", o "Big Brother" da Itália, Dayane Mello está no centro de uma disputa internacional. É que fãs do reality no país natal da modelo estão interferindo nas votações italianas para que ela continue na competição. Tudo porque a artista tem sido alvo de xenofobia entre os companheiros de confinamento, além de ter recebido uma ameaça de estupro.

"Em Verona (na Itália) você seria estuprada", disse o jornalista esportivo Francesco Oppini, em um dos momentos da competição, ao ver roupas que a brasileira usava. O famoso também ironizou que a modelo "pulava de cama em cama".

Outro episódio marcante foi quando o ator Mário Ermito sugeriu ao modelo Andrea Zenga de se aproveitar de Dayane em uma festa quando ela estava bêbada. Os brasileiros colocaram a hashtag "Dayane merece respeito" entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Como a brasileira acabou se tornando uma favorita ao ganhar uma torcida extra, italianos avisaram que vão descontar no "Big Brother Brasil", fazendo de tudo para interfirirem nas votações por aqui. Nas redes sociais, tornou-se comum ver comentários xenofóbicos, mandando Dayane voltar ao Brasil, como se não tivesse espaço para ela na Itália.