Brasileiras comandam desfile LGBTQIA+ em evento de Rainha Elizabeth II

Uma mulher usando uma coroa de adereços acena com uma bandeira inglesa enquanto as pessoas se reúnem para celebrar o Jubileu de Platina da Rainha Elizabeth da Grã-Bretanha, em Londres. (Foto: REUTERS/Henry Nicholls)
Uma mulher usando uma coroa de adereços acena com uma bandeira inglesa enquanto as pessoas se reúnem para celebrar o Jubileu de Platina da Rainha Elizabeth da Grã-Bretanha, em Londres. (Foto: REUTERS/Henry Nicholls)

Os eventos do Jubileu de Platina da rainha Elizabeth II reúnem milhares de pessoas desde quinta-feira (2) em Londres, na Inglaterra. E na programação deste domingo duas brasileiras ganham destaque, coordenando o desfile de apresentação do grupo LGBTQIA +.

Julia Testa , de 32 anos, é a líder do grupo, que tem 260 pessoas entre produtores, dançarinos, artistas, equipe de figurino, equipe de maquiagem e performers de vários locais do mundo. Dançarina profissional, Julia vive em Londres há nove anos.

A direção de movimento do grupo é feita pela coreógrafa brasileira Manuela Benini, de 44 anos. Ela conta que o grupo construiu um carro alegórico que é uma uma árvore com ramos e muitas fitas.

O objetivo do grupo é chamar a atenção da sociedade britânica para a diversidade, a representatividade e os direitos para a população LGBTQIA+.

"É uma causa que precisa de foco em um evento tão tradicional. Estou honrada em fazer parte de um grupo que tem LGBTQIA+, que traz diversas pessoas que acreditam em amor, em diversidade, em igualdade e é isso que nós estamos trazendo na mensagem desse desfile para a rainha", afirmou Júlia em entrevista ao G1.

O desfile vai sair da sede do Parlamento de Westminster e deve finalizar na residência oficial da Família Real. O grupo vai fazer o percurso ao som de ritmos brasileiros, entre eles um samba feito especialmente para a ocasião, que será cantado em português.

Jubileu

Os 70 anos de reinado de Elizabeth estão sendo exaltados em outros lugares do mundo e personalidades têm parabenizado a soberana. O Papa Francisco emitiu uma nota desejando a rainha e seu povo "unidade, prosperidade e paz".

Este ano, a presença da rainha nos eventos tem sido bastante discreta. Por problemas de mobilidade, Elizabeth não fez as saudações das tropas de cavalo na abertura do evento, na quinta-feira (2). Ela vem sendo substituída pelo herdeiro, o príncipe Charles, que, aos 73 anos, assume pouco a pouco as funções.

Além dos desfiles, o encerramento das comemorações neste domingo (5) ainda vai contar com uma missa de ação de graças, corridas de cavalos, um show de música pop e centenas de piqueniques e refeições ao ar livre.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos