Brasileiro é preso ao tentar atirar contra Cristina Kirchner, vice-presidente da Argentina

O homem foi preso após apontar uma pistola a poucos metros do rosto da vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner. Fontes do governo argentino afirmaram, segundo o jornal El Clarín, que o autor da tentativa de ataque é um brasileiro de 35 anos e com passagens pela polícia por porte de arma de fogo.

Ainda segundo o jornal "Clarín", o ministro da Segurança, Aníbal Fernández, o homem seria Fernando Andrés Sabag Montiel. A arma teria falhado e a vice-presidente não foi ferida.

Canais de TV captaram as imagens de quando a ex-presidente deixava seu carro, rodeada por uma multidão de apoiadores. Em determinado momento, ela abaixa a cabeça quando alguém com o que parece ser uma pistola se aproxima a menos de 1 metro dela. Imagens publicadas nas redes sociais mostram o momento de diversos ângulos.