Brasileiro agride comissária e obriga avião a fazer pouso não programado

Agressão aconteceu em avião da Delta, que ia de São Paulo para Nova York (Foto: Getty Images)
Agressão aconteceu em avião da Delta, que ia de São Paulo para Nova York (Foto: Getty Images)

Um passageiro brasileiro causou transtornos em um voo que ia de São Paulo para Nova York nesta terça-feira (12). O homem agrediu uma comissária de bordo, além de outro passageiro, o que levou o piloto a fazer um pouso não programado.

O caso ocorreu durante um voo da Delta. Ao portal g1, a companhia informou que a briga começou durante a madrugada, pouco tempo depois de o avião decolar do aeroporto de Guarulhos.

Outros passageiros relataram que o brasileiro começou a agressão e teve de ser imobilizado. Depois, o comandante avisou que fazia um pouso não programado em decorrência da agressão. O motivo da confusão não foi esclarecido, mas passageiros relataram que havia manchas de sangue dentro da aeronave.

O pouso não programado aconteceu em San Juan, em Porto Rico. O passageiro brasileiro que começou a confusão foi retirado do avião e os demais continuaram no voo para os Estados Unidos.

“A Delta tem tolerância zero para comportamentos inadequados em nossos aeroportos e aeronaves, já que nada é mais importante que a segurança de nossos clientes e pessoal”, declarou a companhia em nota, divulgada pelo g1.

Segundo o portal, a Delta, o Itamaraty e o aeroporto de San Juan não deram mais informações sobre o paradeiro do brasileiro. Ele ficou detido em Porto Rico.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos