Brasileiro 'Bacurau' ganha 23º Festival de Cinema de Lima

Diretor do filme 'Bacurau', Kleber Mendonça Filho, na 72ª edição do Festival de Cannes, em 16 de maio de 2019

O filme "Bacurau", dos brasileiros Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, levou na noite de sábado (17) o prêmio de melhor filme no 23º Festival de Cinema de Lima - informaram os organizadores neste domingo (18).

"Bacurau", que também levou o prêmio de melhor direção, conta a história de um povo nativo do Brasil perseguido por um grupo de assassinos americanos.

A obra narra uma série de eventos estranhos que ocorrem na cidade, o que leva seus habitantes a se unirem para enfrentar qualquer ameaça.

Um "western" com componentes de realismo mágico e de ficção científica, "Bacurau" se destacou por sua encenação ambiciosa e enigmática, disseram os organizadores.

É estrelado pela atriz Sônia Braga e pelo alemão Udo Kier, que recebeu em maio o prêmio do júri no Festival de Cannes.

O prêmio de melhor atriz foi para a atriz mexicana Ilse Salas, do filme "Las niñas bien", e o de melhor ator ficou com o peruano Rodrigo Palacios, por "La Bronca".

Na categoria de melhor documentário, o ganhador foi o colombiano "La Paz", de Tomás Pinzón Lucerna.

Na cerimônia de premiação, o grupo peruano Chaski foi homenageado por seu 25º aniversário.

O festival peruano aconteceu entre 9 e 17 de agosto e teve 400 filmes e documentários em cartaz.