Brasileiro conhecido como 'Cowboy de Rondônia' é preso nos EUA por maus-tratos de animais

O brasileiro Adewalter Machesky, de 50 anos, foi preso pela polícia do condado de Tyngsborough, em Massachusetts, na quarta-feira passada, acusado de maus-tratos a animais.

Ele é investigado por conta de um episódio envolvendo um pônei ferido, encontrado pela polícia em uma estrada do condado, na segunda-feira passada.

Avaliado por um veterinário, o animal puro-sangue sofria de sepse e vários ferimentos graves de diferentes naturezas. Ele precisou ser sacrificado imediatamente.

Apontado como dono do animal Adewalter Machesky, que se identifica nas redes como 'Cowboy de Rondônia', passou, então, a ser investigado pelas autoridades americanas.

Segundo as próprias autoridades, elas já tinham conheciam Machesky, que é dono de animais e de uma pequena plantação na região.