Oposição síria suspende participação nas negociações de Astana

Astaná, 3 mai (EFE).- Os representantes da oposição armada síria suspenderam a participação nas consultas que são realizadas nesta quarta-feira em Astana sobre o cessar-fogo na Síria, informou uma fonte próxima às negociações.

"Os representantes da oposição comunicaram que suspendem a participação nas negociações", disse a fonte, citada pela agência de notícias russa "Interfax".

A fonte acrescentou que os opositores apontaram que voltarão à mesa de conversas se o Exército sírio deixar de bombardear uma série de regiões do país controladas pela oposição.

"Não sei nada disto", disse aos meios russos o enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, que disse que as "conversas continuam com todos".

De Mistura chegou ontem à capital cazaque para apoiar os esforços dos países fiadores do cessar-fogo (Rússia, Irã e Turquia) e de outros participantes para " reduzir a intensidade dos enfrentamentos", segundo precisou seu escritório.

Os países do Conselho de Segurança da ONU reiteraram recentemente que Genebra se mantém como o centro das negociações políticas para acabar com o conflito sírio, enquanto que em Astana são discutidos aspectos de ordem militar. EFE