Brasileiros chegam a gastar mais de 30% da renda familiar com aluguel

O valor médio de aluguel no Brasil é R$ 686 (Getty Image)
O valor médio de aluguel no Brasil é R$ 686 (Getty Image)
  • Brasileiros gastam quase um terço da renda com aluguel

  • Financiamento ainda é o meio mais utilizado para comprar a casa própria

  • São Paulo ainda é o lugar mais caro para comprar um imóvel

As pessoas que desdenham de quem tem o sonho de comprar a casa própria provavelmente nunca viram grande parte do salário sumir ao pagar o aluguel. Quem não tem imóvel próprio desembolsa, em média, 31% da renda familiar com o pagamento, de acordo com o Censo QuintoAndar de Moradia, realizado em parceria com o Datafolha.

A pesquisa mostrou que o valor médio de aluguel no Brasil é R$ 686. Conforme a região, a média pode ficar ainda mais alta. No Sudeste, o gasto pode ser o dobro do cobrado no Nordeste. Isso significa que um a cada quatro brasileiros gasta mais que o aconselhável com o pagamento do aluguel mensal.

O financiamento imobiliário consome ainda mais o dinheiro das famílias brasileiras. Dados apurados pela pesquisa "indicam que a renda média de quem tem a casa própria é, sim, superior à renda daqueles que moram de aluguel", explica Thiago Reis, gerente de dados do QuintoAndar.

O estudo mostra ainda que entre as regiões metropolitanas, o financiamento mais caro é o de São Paulo (R$ 1.206), ficando à frente do Rio de Janeiro (R$ 1.111) e de Belo Horizonte (R$ 827). Dos entrevistados, 52% recorreram ao financiamento para comprar um imóvel. Apenas 25% pagaram à vista, enquanto 9% pediram ajuda para a família e o restante utilizou consórcio.

Veja o valor médio do aluguel por regiões

  • Sudeste: R$ 824 (34% da renda familiar)

  • Sul: R$ 791 (33% da renda familiar)

  • Centro-Oeste: R$ 640 (30% da renda familiar)

  • Norte: R$ 579 (29% da renda familiar)

  • Nordeste: R$ 400 (27% da renda familiar)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos