Brasileiros poderão ter conta em dólar em território nacional

·1 min de leitura
Novo marco legal do câmbio brasileiro segue para sanção presidencial.(VANDERLEI ALMEIDA/AFP via Getty Images)
Novo marco legal do câmbio brasileiro segue para sanção presidencial.(VANDERLEI ALMEIDA/AFP via Getty Images)
  • Brasileiros poderão ter até U$10 mil em conta

  • Inovação possibilita transações internacionais

  • Conta em dólar pode levar um ano para chegar aos usuários.

Na semana passada o Congresso Nacional aprovou a modernização do sistema cambial brasileiro. O novo marco legal do câmbio, PL 5.387 de 2019, permite que brasileiros tenham conta em moeda estrangeira. Para que a mudança chega à população, o texto precisa ser sancionado pelo presidente da república, Jair Bolsonaro.

Hoje, apenas agências de turismo, correios, seguradoras, operadores de câmbio, embaixadas e organismos internacionais podem ter conta em moeda estrangeira no Brasil.

Leia também:

Com o novo marco do câmbio, brasileiros poderão ter a possibilidade de usufruir do Pix internacional.

Segundo o Banco Central são necessárias regulações para implementar as mudanças e receber as novidades cambiais. Organizar o sistema de informação do BC, acompanhar as movimentações de capital no exterior e atualizar o mercado de câmbio brasileiro são fundamentais para assimilar as operações.

O novo marco legal do cambio compila a legislação sobre o câmbio no Brasil, hoje ramificada em mais de 40 leis e dispositivos. Com esta atualização também fica mais simples para investidores estrangeiros abrirem contas em real, o que pode facilitar o investimento no país.

Para estas atualizações o BC estima um ano, a partir da assinatura do presidente da república. O texto visa modernizar o sistema cambial de acordo com as recomendações da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico).

Com informações do Poder 360.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos