Brasileiros dominam indicações para o Rei da América

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Flamengo
    Flamengo
  • Palmeiras
    Palmeiras
  • Atlético-MG
    Atlético-MG
TOPSHOT - Palmeiras' Raphael Veiga celebrates after scoring against Flamengo during the Copa Libertadores football tournament all-Brazilian final match, at the Centenario stadium in Montevideo, on November 27, 2021. (Photo by EITAN ABRAMOVICH / AFP) (Photo by EITAN ABRAMOVICH/AFP via Getty Images)
Nove de dez jogadores indicados jogam no Brasil, Palmeiras domina com quatro nomes. Foto: (EITAN ABRAMOVICH/AFP via Getty Images)

A tradicional premiação do jornal uruguaio El País, que premia o melhor jogador de futebol da América do Sul tem nove de dez jogadores indicados jogam no Brasil. Raphael Veiga, Weverton, Rony e Gustavo Gómez representam o Palmeiras, Hulk e Nacho Fernández o Atlético Mineiro, Gabriel Barbosa, Giorgian de Arrascaeta e Bruno Henrique pelo Flamengo. O único 'gringo' entre os dez é o jovem atacante Julián Álvarez, revelação do River Plate.

O novo Rei da América será conhecido no dia 31 de dezembro, em Montevidéu, quando a votação será finalizada e saberemos qual foi, segundo a escolha de jornalistas esportivos das Américas do Sul e do Norte que estejam empregados em algum meio, seja escrito, rádio, web, streaming ou televisão.

Leia também:

Embora os dez nomes citados acima sejam os que receberam votos até agora, não significa que outros que não foram nomeados até agora não possam ser incluídos na lista de candidatos. Com uma semana de votação, estes foram os, então, indicados.

É claro, como costuma acontecer, que as copas continentais, principalmente a Libertadores, têm enorme importância na opinião dos jornalistas que votam nas urnas, único que elege os melhores do continente todos os anos.

Das últimas onze premiações, sete jogadores que atuavam no Brasil levaram o troféu. Em 2010, D'Alessandro, do Internacional, venceu. Em 2011 e 2012, Neymar foi o Rei da América. No ano de 2013, Ronaldinho Gaúcho foi o escolhido, após levar a Libertadores com o Atlético Mineiro. Já em 2017, após carregar o Grêmio à terceira conquista da Libertadores, Luan venceu o troféu. Gabigol foi o Rei em 2019, após virar a final da Libertadores contra o River Plate e Marinho, em 2020, foi o último vencedor da premiação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos