Brasileiros em Cuba terão voto impresso para presidente; veja outros locais

Em 29 cidades pelo mundo, brasileiros votarão por meio do voto impresso (Foto: Getty Images)
Em 29 cidades pelo mundo, brasileiros votarão por meio do voto impresso (Foto: Getty Images)

Brasileiros que moram fora do país podem votar em papel na eleição presidencial de outubro. Um dos locais onde a urna eletrônica não será usada será Cuba.

A opção pelo voto impresso acontece em cidades onde há mais de 30 eleitores, mas menos de 100. Onde o número de votantes é maior que 100, usa-se a urna eletrônica. As informações são do Itamaraty e do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal.

Atualmente, segundo o portal Uol, são 29 cidades pelo mundo em que os brasileiros vão votar em papel. Entre elas, Havana (Cuba) e Teerã (Irã). Veja a lista:

  • Abdijã (Costa do Marfim)

  • Accra (Gana)

  • Ancara (Turquia)

  • Belgrado (Sérvia)

  • Bissau (Guiné-Bissau)

  • Ciudad Guayana (Venezuela)

  • Concepción (Paraguai)

  • Dar es Salaam (Tanzânia)

  • Dili (Timor-Leste)

  • Hanói (Vietnã)

  • Havana (Cuba)

  • Katmandu (Nepal)

  • Kinshasa (República Democrática do Congo)

  • Kuwait (Kuwait)

  • Lagos (Nigéria)

  • Lusaca (Zâmbia)

  • Manama (Barém)

  • Mascate (Omã)

  • Mumbai (Índia)

  • Nassau (Bahamas)

  • Nicósia (Chipre)

  • Porto Príncipe (Haiti)

  • Puerto Iguazú (Argentina)

  • Rio Branco (Uruguai)

  • Sófia (Bulgária)

  • Teerã (Irã)

  • Túnis (Tunísia)

  • Windhoek (Namíbia)

  • Zagreb (Croácia)

Quem vive fora do Brasil vota apenas para o cargo de presidente e não pode escolher postulantes para governador, deputado federal e estadual e senador.

Segundo a Justiça Eleitoral, 697 mil brasileiros se registraram para votar fora do país, em 181 cidades pelo mundo. Houve um crescimento de 39,21% em relação à eleição de 2018.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente: