Brasileiros já pagaram R$ 1 trilhão em imposto em 2022

Impostômetro é calculado a partir do valor total pago para a União, estados e municípios. (Divulgação/ACSP)
Impostômetro é calculado a partir do valor total pago para a União, estados e municípios. (Divulgação/ACSP)
  • Cálculo do imposto foi feito pela Associação Comercial de São Paulo;

  • Brasileiros estão pagando mais impostos este ano que em 2021;

  • Impostômetro estima o valor total de impostos, taxas, contribuições e multas.

Desde o início deste ano, os brasileiros já pagaram R$ 1 trilhão em impostos, segundo cálculos do Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que contabiliza a carga tributária paga pelos brasileiros.

O Impostômetro é calculado a partir do valor total pago para a União, estados e municípios na forma de impostos, taxas, multas e contribuições.

A marca, atingida nesta terça-feira (3), é anterior ao ano passado, que chegou a esse número somente no dia 19 de maio. Isso significa que a população está pagando mais impostos que em 2021.

Em nota, a ACSP diz que a maior arrecadação observada neste ano tem como base a inflação elevada - atualmente, está acima de 10%.

"Quanto maior o preço, maior o imposto embutido. Alguns itens estão extremamente tributados, como o caso dos combustíveis e da energia elétrica", afirmou Marcel Solimeo, economista da ACSP.

Neste ano, quem comprar presentes para comemorar o Dia das Mães vai pagar pelo menos 36% de impostos no preço final do produto. No caso de perfumes importados, por exemplo, 78,99% são tributos.

Os perfumes nacionais têm 69,13% de tributos, segundo cálculos do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação.

O Impostômetro

Criada em 2005, a ferramenta busca estimar o valor total de impostos, taxas, contribuições e multas que a população brasileira paga para a União, os estados e os municípios.

Além do painel localizado na sede da entidade, no Centro Histórico da capital paulista, o total de impostos pagos pelos brasileiros também pode ser acompanhado pela internet, na página do Impostômetro.

Na ferramenta, criada em parceria com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), é possível acompanhar quanto o país, os estados e os municípios estão arrecadando com tributos e também saber o que dá para os governos fazerem com todo o dinheiro arrecadado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos