Brasileiros vieram da selva e argentinos da Europa, afirmou presidente Fernández

·1 minuto de leitura
BUENOS AIRES, ARGENTINA - JUNE 09: President of Argentina Alberto Fernandez and Prime Minister of Spain Pedro Sanchez (not seen) hold a joint press conference at Casa Rosada in Buenos Aires, Argentina on June 09, 2021. (Photo by Muhammed Emin Canik/Anadolu Agency via Getty Images)
Foto: Muhammed Emin Canik/Anadolu Agency via Getty Images
  • Fala foi considerada racista nas redes

  • Pronunciamento foi feito durante encontro com primeiro-ministro da Espanha

  • Noção errônea da origem da população argentina não é rara no país

Alberto Fernández, presidente da Argentina, fez uma declaração polêmica na manhã desta quarta-feira (9) em encontro com o premiê da Espanha, em Buenos Aires. Ele afirmou que "os mexicanos vieram dos indígenas, os brasileiros, da selva, e nós, chegamos em barcos. Eram barcos que vinham da Europa", e apontou para Pedro Sánchez. Ele ainda acrescentou: "O meu [sobrenome] Fernández é uma prova disso".

Leia também:

A fala seria uma menção a uma frase comumente atribuída ao escritor mexicano Octavio Paz (1914-1998), ganhador do Nobel de literatura de 1990, mas que na verdade foi proferida em canção do compositor Litto Nebbia, Chegamos dos Barcos. Em teoria, trata sobre a origem asteca dos mexicanos e a antecedência inca dos peruanos.

A declaração do presidente não é rara na comunidade argentina, e parte de uma concepção errônea de que a população do país não teria sido formada por diferentes origens e pela miscigenação.

Fernández é um presidente peronista que se elegeu como representante da centro-esquerda e em diálogo com diversos movimentos sociais, inclusos grupos indígenas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos