Brecha no contrato pode antecipar volta de Lucas Moura ao SP

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Lucas Moura disputou 45 jogos e fez seis gols pelo Tottenham na temporada (Getty Images) (Tottenham Hotspur FC via Getty I)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Na teoria, Lucas Moura tem contrato com o Tottenham até junho de 2024, para desespero do torcedor do São Paulo. Mas, a prática é um pouco diferente. O atacante revelou nesta sexta-feira que existe uma cláusula prevendo sua saída um ano antes.

É que, na verdade, o contrato se encerra em junho de 2023, com a possibilidade de prorrogação por mais uma temporada, caso o time inglês queira. Desta maneira, o Tottenham tem até dezembro deste ano para comunicar se pretende estender o vínculo de junho de 2023 para junho de 2024.

Leia também:

O São Paulo acompanha tudo à distância, ciente de que é impossível comprá-lo. Além do salário, superior a R$ 2 milhões por mês, haveria a necessidade de compensar o Tottenham em pelo menos 20 milhões de euros ou mais de R$ 100 milhões.

Lucas Moura não esconde o desejo de voltar ao Morumbi, mas deixa clara a possibilidade de defender algum outro clube europeu antes. “Se não aparecer algo que salte meus olhos num grande centro da Europa, um clube que me agrade, o São Paulo é uma possibilidade muito forte”, disse.

A boa notícia é que a cria de Cotia está com 29 anos de idade. "Ainda tenho muita lenha pra queimar", acrescentou. Nesta temporada, ele disputou 45 jogos, fez seis gols e deu oito assistências pelo Tottenham.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos