Brigado com Bolsonaro, Macron recebe Lula com ares de chefe de estado

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Former Brazil's President Luiz Inacio Lula da Silva delivers a speech during a conference at the Institute of Political Studies (Sciences Po) in Paris on November 16, 2021. (Photo by JULIEN DE ROSA / AFP) (Photo by JULIEN DE ROSA/AFP via Getty Images)
Lula está em Paris e se encontrou com Emmanuel Macron nesta quarta-feira (17) (Foto: JULIEN DE ROSA/AFP via Getty Images)
  • Lula foi recebi por Emmanuel Macron na residência oficial do presidente nesta quarta-feira (17)

  • Recepção chamou atenção, em especial pelo mal estar entre Macron e o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro

  • Lula está na Europa desde o dia 13 e tem se encontrado com líderes locais

O ex-presidente Lula (PT) continua cumprindo a agenda de compromissos na Europa. Nesta quarta-feira (17), o petista foi recebido pelo presidente francês, Emmanuel Macron, no Palácio de Elysée, residência oficial.

A recepção para Lula teve ares de chefe de estado, com direito a marcha da brigada oficial e Macron indo até a porta do carro para cumprimentar o petista.

As relações oficiais entre França e Brasil estão estremecidas, em especial no que diz respeito aos presidentes Macron e Jair Bolsonaro (sem partido). O mandatário brasileiro acusou o francês de tentar interferir na soberania nacional, pelas críticas feitas por Macron em relação à condução da política ambientes brasileira e à situação da Amazônia.

Outro conflito entre Macron e Bolsonaro envolveu a esposa do presidente francês, Brigitte Macron. Em 2019, Jair Bolsonaro fez comentários depreciativos sobre a primeira-dama francesa, corroborados por Paulo Guedes, ministro da Economia.

Segundo o Uol, em outubro de 2021, o chanceler brasileiro, Carlos França, esteve em Paris e pediu um encontro com Macron. O governo, no entanto, não deu uma resposta positiva.

Viagem de Lula à Europa

Lula está na Europa desde o último dia 13. O petista já esteve com o futuro chanceler alemão, Olaf Scholz, discursou no parlamento europeu e, na última terça-feira (16), falou na Sciences Po. O ex-presidente também deve visitar a Espanha.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos