Britney Spears chama irmã de 'escória' e a acusa de criar 'mentiras malucas'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 18.11.2011 - Show da cantora norte-americana Britney Spears na Arena Anhembi, em São Paulo. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 18.11.2011 - Show da cantora norte-americana Britney Spears na Arena Anhembi, em São Paulo. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Britney Spears, 40, usou suas redes sociais nesta sexta-feira (14) para responder sua irmã, Jamie Lynn, 30, da acusação de que teria prendido as duas em um quarto com uma faca anos atrás. Ao negar o episódio, a cantora chamou sua caçula de "escória".

"Parabéns, querida! Você chegou ao nível mais baixo. Eu nunca estive perto de você com uma faca ou sequer pensaria em fazer isso!", afirmou Britney no Twitter, dizendo que a única faca que viu perto da irmã foi a usada para cortar um pedaço de abóbora.

"Então, por favor, pare com essas mentiras malucas para os livros de Hollywood!", continuou a artista. "Só uma escória inventaria essas coisas sobre alguém. Estou muito confusa sobre isso porque, honestamente, não é nada parecido com você."

A declaração de Britney acontece após Jamie Lynn, que lançará um livro de memórias na próxima terça (18), afirmar em uma entrevista ao programa Nightline, nos EUA, que a irmã sempre apresentou um comportamento "errático, paranoico e espiral".

Segundo a atriz, que estrelou séries como "Zoey 101" e "Sweet Magnolias", sua irmã mais velha passou por um momento em que tinha medo de tudo e teria pego uma faca e trancado as duas em um quarto. "Eu era uma criança naquele momento", disse ela.

"Eu estava com medo. Essa foi uma experiência que eu tive, mas eu também estava com medo de realmente dizer qualquer coisa porque eu não queria chatear ninguém. Mas também estava muito chateada por ela [Britney] não se sentir segura."

Jamie Lynn já tinha falado recentemente que tentou ajudar a acabar com a tutela a qual a irmã ficou submetida por 13 anos. "Sempre fui a maior apoiadora da minha irmã, então, quando ela precisava de ajuda, eu criava maneiras de fazer isso", disse.

As declarações e, agora, acusações entre as irmãs acontecem após Britney ter afirmado em um tribunal de Los Angeles, em junho do ano passado, que sua família "não fez nada" para ajudá-la enquanto seu pai, Jamie Spears, 69, a internou contra sua vontade em 2019.

A cantora ainda disse que sua família "deveria estar na cadeia" por tirar benefícios de sua tutela "abusiva". O pai da cantora foi suspenso de seu cargo em setembro e a tutela, encerrada em novembro de 2021. Britney deixou de seguir Jamie Lynn no Instagram no início de janeiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos